SP: capital concentra pacientes com Srag no Hospital da Brasilândia

Publicado em 21/12/2021 às 10:51

Compartilhe

109932


Devido ao aumento da incidência dos vírus respiratórios, entre eles o influenza, a Secretaria Municipal da Saúde da capital paulista destinou parte dos leitos do Hospital Municipal da Brasilândia para o acolhimento e tratamento dos casos de síndromes respiratórias agudas Graves (Srags) na cidade. 

A estratégia da gestão municipal é concentrar os pacientes em uma unidade para o devido acompanhamento e também realizar o painel viral das pessoas internadas, contribuindo para a identificação da cepa viral de influenza, entre outros vírus que circulam na capital. Desde o último sábado (18), os pacientes diagnosticados com as síndromes respiratórias e que necessitam de internação começaram a ser transferidos para essa unidade hospitalar.

O HM Brasilândia conta com 406 leitos, dos quais 258 serão destinados a pacientes com Srag, sendo 158 de enfermaria e 100 de unidades de terapia intensiva (UTIs). Dados da Prefeitura de São Paulo mostram que, até o momento, 16 pacientes estão internados na UTI e 30 na enfermaria.

Edição: Graça Adjuto

Fonte: EBC Saúde

Veja também

114061

Justiça libera R$ 1,1 bilhão para quem ganhou processo contra a União

114059

Sistema do Banco Central permite saber se algum banco te deve; entenda

114057

Aniversário de São Paulo: confira o que abre e o que fecha amanhã (25)

Crianca-fica-em-estado-gravissimo-apos-ser-atropelada-e-motorista-nao-presta-socorro

Motorista que atropelou criança em Domingos Martins é liberado após pagar fiança

© Reuters/Yves Herman/Direitos Reservados

Ministro diz que não foi informado de recurso contra nota da Conitec

Clube-do-Livro-retoma-suas-

Clube do Livro retoma suas atividades em Domingos Martins

Colunas-Montanhas capixabas-Vida_Saudavel2

Doze alimentos que ajudam a aumentar a imunidade

114042

Tripadvisor revela os melhores destinos de 2022; Brasil está na lista