Solução da E&L para merenda escolar utiliza cartão e gera 20% de economia

Publicado em 01/09/2017 às 19:43

Compartilhe

Apostar na Educação é sempre uma prioridade, onde cada um faz a sua parte. A E&L Produções de Software e Gestão Pública vem investindo sempre em soluções para as várias necessidades da Educação e das escolas, como a gestão da merenda escolar. A empresa tem um aplicativo para o gerenciamento da merenda nas escolas a fim de promover a melhoria do serviço e a economia de recursos.

O aplicativo desenvolvido pela empresa utiliza a tecnologia de NFC (Near Field Communication), a mesma usada em alguns cartões de crédito para pagamento por proximidade. Isso permite o armazenamento de forma segura dos dados dos alunos em cartões que podem ser consultados pelo aplicativo e com isso controlar e contabilizar a produção da merenda para o turno em questão.

Marcelo Costa, desenvolvedor do escritório de projetos da E&L, responsável pelo desenvolvimento da aplicativo, comenta que a Secretaria Estadual de Educação do Espírito Santo (SEDU) e o Ministério Público do Espírito Santo (MP-ES) abriram uma consulta pública para solucionar o controle da merenda nas escolas estaduais.

“Dentre as soluções apontadas estavam a não dependência da infraestrutura escolar, a melhoria da comunicação e a segurança dos dados dos alunos. Dessa forma, criamos o aplicativo, que foi implantado em duas escolas estaduais por meio de um projeto piloto: o Colégio Estadual, localizado em Vitória; e o Colégio Estadual Teófilo Paulino, em Domingos Martins”, explica o desenvolvedor.

A velocidade de leitura dos cartões de merenda por meio do aplicativo é muito alta, evitando filas, o que pode ocorrer com outras tecnologias como a biometria e os códigos de barras. “As experiências foram positivas, inclusive por parte dos alunos,que ficaram empolgados com os cartões que podiam ser lidos pelo celular”, diz Marcelo.

Inovação que traz economia

Com a implantação do controle de merenda por parte do Estado no início de 2016, gerou-se economia nos quatro primeiros meses. No entanto, o processo de ficha de papel podia ser burlado pelos alunos, que podiam pegar mais de uma ficha, quebrando assim o controle de produção. Após o controle eletrônico ser implantado nas duas escolas estaduais por meio do projeto piloto, a economia foi de 20% sobre o controle manual, em média.

Marcelo Costa comenta ainda sobre o alcance da inovação. “Essa tecnologia pode ser utilizada não só para merenda, mas também para várias outras finalidades, como controle de entrada, presença do aluno, histórico escolar e, com o apoio do Estado ou do município, utilizada como carteira de identificação do aluno e até mesmo passe escolar”, acrescenta o desenvolvedor.

Veja também

fungo-se-adapta-ao-calor-corporal

Fungos estão se adaptando ao calor corporal, diz estudo

dia-de-sol-22-11-freepik

Veja a previsão do tempo de hoje (22/07/2024)

onda-de-calor

Ondas de calor e veranicos: Diferenças, impactos e cuidados

cafeicultura-sustentaavel

Cafeicultura sustentável torna Seguro Rural mais barato

exportacao-de-abacate

Capixaba exporta abacate para a Argentina

Programa-Retomada-de-Obras-da-Saude

Ministério facilita a entrega de documentação para o Programa Retomada de Obras da Saúde

producao-de-mudas-in-vitro

Saiba como é a produção de mudas in vitro

62-dos-navios-para-exportacao-de-cafe-registram-atrasos-em-junho

62% dos navios para exportação de café registram atrasos em junho