Sob pressão, governadores decidem congelar ICMS sobre combustíveis por 90 dias

Publicado em 29/10/2021 às 11:21

Compartilhe

102679


source
Estados vão congelar o ICMS sobre combustíveis por 90 dias
Fernanda Capelli

Estados vão congelar o ICMS sobre combustíveis por 90 dias

Pressionados pela alta do diesel e da gasolina, os estados decidiram, nesta sexta-feira, congelar o valor do ICMS cobrado sobre os combustíveis por 90 dias. Até 31 de janeiro de 2022, o valor do imposto não vai mudar, segundo decisão tomada pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).

“O objetivo é colaborar com a manutenção dos preços nos valores vigentes em 1º de novembro de 2021 até 31 de janeiro de 2022”, diz trecho na nota do Confaz.

O ICMS sobre combustíveis é cobrado considerando uma média de 15 dias dos preços nos postos. Portanto, quando o valor do combustível sobe, o valor cobrado pelo estado também sobe mesmo que a alíquota se mantenha inalterada. A alíquota varia entre os estados.

O presidente Jair Bolsonaro critica recorrentemente o ICMS dos estados como responsável pela alta do preço dos combustíveis, o que sempre foi rechaçado pelos governadores.

Leia Também

Para tentar contornar um problema, a Câmara aprovou neste mês um projeto de lei que muda a forma como o imposto é calculado. Ele passa a ser um valor fixo sobre o litro (e não mais um preço variável), que não pode ser superior à média dos últimos dois anos. O projeto ainda precisa ser votado pelo Senado.

No caso da gasolina, o preço médio do litro subiu 0,61% nas duas últimas semanas, passando de R$ 6,321 para R$ 6,36, de acordo com dados da Agência Nacional de Petróleo. É, assim, a décima segunda semana seguida entre altas e estabilidade nos preços. No ano, acumula avanço de 41,96%.

Em alguns estados do Brasil, a gasolina já é vendida a R$ 7,46, para a atual semana (17 a 23 de outubro). Oito estados já estão acima do patamar de R$ 7.

Segundo a ANP, o Rio Grande do Sul tem preço máximo de R$ 7,469 por litro de gasolina. Na lista, estão ainda Rio de Janeiro (R$7,399), Piauí (R$ 7,159), Paraná (R$ 7,090), Minas Gerais (R$ 7,099), Mato Grosso (R$ 7,047), Ceará (R$ 7,10) e Acre (R$ 7,30).

No diesel, a alta foi de 0,26% nas duas últimas semanas, passando de R$ 4,976 para R$ 4,983, destacou a ANP. No ano, a alta chega a 38,18% na bomba.

O gás de botijão (GLP, de 13 quilos) chegou a R$ 101,96, maior que os R$ 100,44 da semana passada. É uma alta de 1,51% na semana. No ano, o avanço chega a 36,4%, diz a ANP.

Veja também

107068

Baleia Rossi defende emendas de relator, mas admite necessidade de transparência

A-atividade-fisica-contribui-na-qualidade-de-vida-e-na-longevidade

A atividade física contribui na qualidade de vida e na longevidade

terremoto-no-peru-28112021085412103

Terremoto de magnitude 7,5 atinge o Peru e é sentido no Brasil

Escolas-das-montanhas-sao-premiadas-pelo-projeto-Escola-que-Colabora

Escolas das montanhas são premiadas pelo projeto Escola que Colabora

107050

Covid-19: o que se sabe até agora da variante Ômicron

Patrulha-Rural-das-montanhas-e-destaque-em-evento-nacional-de-seguranca-publica-2

Patrulha Rural das montanhas é destaque em evento nacional de segurança pública

© Marcello Casal JrAgência Brasil

Anvisa atualiza lista de restrições de voo para países da África

© Rovena Rosa/Agência Brasi

Pesquisa busca voluntários para testar tratamento para câncer de pênis