Polícia Militar age contra a prática da depredação de patrimônio público em Marechal Floriano

A destruição de potes de plantas e ainda das fitas plásticas para impedir a passagem de pessoas, que ocorreram há dias e se repetiram na noite de ontem, são consideradas pela Polícia Militar de Marechal Floriano como plena ilegalidade e tida como depredação de patrimônio público.

Polícia Militar age contra a prática da depredação de patrimônio público em Marechal FlorianoNa atualidade, os potes de plantas da parte de fora ao lado da linha férrea da antiga estação ferroviária, atualmente por conta da Prefeitura de Marechal Floriano, se encontram totalmente destruídos. Policiais Militares já foram consultados e buscam os autores entre dezenas de moradores de rua, que novamente por embriaguez se desentenderam e partiram para agressões.

O major Edinei, comandante da PM de Marechal Floriano, afirma que os moradores de rua passam por um problema social e é necessário que o órgão competente da Prefeitura se mantenha ao lado da PM em busca da resolução dessa ação que é criminal e também social.

Juntos, os poderes públicos entre policiais e administração pública, segundo o major Ednei, facilitarão a busca por soluções para este problema que se encontra em crescimento contínuo em Marechal Floriano.

“Essa ação criminal parte do lado social dos moradores de rua que procuram a resolução dos seus problemas com a destruição do que encontram pela frente, como aconteceu nas últimas noites na antiga estação ferroviária - atual Museu da Imigração de Marechal Floriano”, conclui.