Carro tomba em ponte numa curva na divisa de Marechal Floriano e Alfredo Chaves

Uma ponte construída em um trecho apertado com formas perigosas, foi palco de um novo acidente automobilístico neste sábado (27), na divisa dos dois municípios. O Fiat Uno que tombou e bateu nas pedras no leito do Córrego Batatal, viajava no sentido Alfredo Chaves/ Marechal Floriano. No veículo viajavam um casal com dois filhos menores no veículo.

Carro tomba em ponte numa curva na divisa de Marechal Floriano e Alfredo ChavesMilagrosamente, apesar da altura da ponte, até atingir as pedras localizadas no leito do Córrego Batatal, apenas uma, das duas crianças que viajavam com os pais no sentido Alfredo Chaves / Marechal Floriano, se feriu no rosto, entretanto sem gravidade, conforme informaram os moradores que ouviram os gritos de socorro.

De imediato, agricultores da região, bem como motoristas e passageiros de diversos veículos, estacionaram nos lados da ponte que está localizada no meio de uma curva e ainda mais estreita que a rodovia, concedendo a passagem somente para um carro.

Por isso, várias colisões foram registradas pela Polícia Militar nos anos anteriores. Moradores e pessoas que passam pelo local conduzindo, acham que a ponte do Córrego Batatal, devido ao movimento constante, teria que ser alargada para a passagem correta de dois veículos de uma só vez.

Para o padre Marcos Brito, da Paróquia de Sant’Ana, de Marechal Floriano,que celebra em Aparecida e Todos os Santos, a ponte está em um local que traz muito perigo para os motoristas principalmente de veículos de carga. “É estreita demais e seria necessário que modificassem o local que na atualidade é uma curva fechada”.

O comerciante Neca comenta que passa no local em sua bicicleta e já foi surpreendido por carros que seguem em sentido contrário. “Há somente uma demão com a largura insuficiente para dois veículos. e assim está instalado o perigo, e nada melhor seria que o Governo Estadual construísse outra ponte em local mais largo e com segurança para caminhões, carros, motos e bicicletas”.