Moradores de rua abandonam roupas em terreno da ferrovia em Marechal Floriano

Servidores responsáveis pela ferrovia que corta Marechal Floriano ficaram surpresos ao encontrarem, na manhã de hoje (05), várias peças de roupas abandonadas em um depósito materiais metálicos ao ar livre, próximo de um imóvel onde funciona o escritório da empresa. O espaço do prédio e as partes laterais, na ausência dos funcionários, são frequentados por moradores de rua.

Moradores de rua abandonam roupas em terreno da ferrovia em Marechal FlorianoEm virtude disso, a suspeita do abandono das roupas ao lado do depósito de peças metálicas da empresa fica por conta das pessoas que passam o dia ingerindo bebidas alcoólicas neste local da ferrovia e principalmente na Praça José Henrique Pereira, onde até dormem após a embriaguez.

Servidores da municipalidade que trabalham pelas ruas na limpeza e também nesses espaços, contaram que nunca se depararam com essa situação: de ver roupas junto às ferragens do depósito da ferrovia. “Jamais pensei em encontrar roupas abandonadas, algumas até novas”, afirma Jorge Luis.

O comerciante Adeilson Couto, que atua próximo deste local, ficou incrédulo com as roupas que viu abandonadas entre os materiais metálicos da empresa. “Jogar a roupa aparentemente em boas condições naquele local é uma atitude difícil de entender, mas vemos diariamente essas pessoas passeando com a garrafinha de bebidas alcoólicas nas mãos”, disse.