Árvores caídas ou agarradas aos cabos telefônicos na BR-262

Uma ameaça para as pessoas que viajam conduzindo veículos ou de carona pela Rodovia BR-262. Assim são consideradas pelos usuários da estrada federal as árvores que desabaram em parte e até são sustentadas ao alto pelos cabos telefônicos. Outras já se encontram caídas ao longo das margens da via federal.

A situação a cada dia que passa piora já que nenhum órgão público ou empresa empreiteira toma providências com o corte dos vegetais que se tornaram uma ameaça aos motoristas e passageiros que trafegam pela estrada que liga Vitória a Belo Horizonte.

Nos dois meses anteriores árvores caíram na pista e uma delas atingiu um carro de passeio com um casal e uma criança. O motorista chegou a ser atendido pelo SAMU por ter sofrido uma forte pancada na cabeça, mas foi liberado. O seu carro ficou amassado e os vidros quebrados.

Arvores caidas ou agarradas aos cabos telefonicos na BR 262 02Outro caso semelhante na BR-262 ocorreu próximo ao Bairro Alto Marechal. Durante um vento forte uma motorista precisou frear quando a árvore caiu na frente do carro. Mas um caminhão que veio na traseira acabou colidindo e jogando o carro dela sobre a árvore na pista. O carro ficou destruído, mas por sorte, ela saiu ilesa.

O morador de Marechal Floriano, Mauro Stein, disse que as empreiteiras do órgão federal que se encarregam pela qualidade do trânsito da BR-262 teriam de tomar uma iniciativa na limpeza das margens. “Quando uma árvore dessas provocar um óbito poderá acontecer uma situação jamais vista e até o momento impossível de se calcular”.

Os responsáveis pela segurança da BR-262, conforme o servidor municipal Renato Pereira, teriam de tomar uma atitude séria com a existência dessa situação que traz um verdadeiro perigo para os motoristas e passageiros. “Um inocente poderá pagar com a vida, como quase ocorreu com aquela árvore sobre o carro no quilômetro 47”, disse.