Mato na linha férrea ao lado da antiga estação em Marechal Floriano é capinado

Servidores braçais de uma empresa prestadora de serviços à Prefeitura Municipal de Marechal Floriano, iniciaram na manhã desta quinta-feira (15) o serviço de capina às margens da linha férrea, ao lado da antiga estação ferroviária, atual Casa Cultural Clara Luíza Hulle Pereira.

Mato na linha férrea ao lado da antiga estação em Marechal Floriano é capinado 2O matagal era antigamente aparado por grupos de ferroviários, do conhecido setor “via permanente”, que reunia um grupo de trabalhadores e realizava todos os serviços manuais para manter a linha trafegável, incluindo a limpeza dos matagais como é realizado no dia de hoje. Moradores elogiaram a atitude.

O mecânico aposentado Wilson Stein, o “Nena”, afirmou que a atitude da empresa prestadora de serviços é a melhor possível, já que, mesmo sem trens, deixará as margens e o interior da linha férrea bem limpo. “Bato palmas para os trabalhadores dessa empresa que presta serviços ao município”.

O filho de um ferroviário falecido, Pedro dos Santos, disse que este serviço era realizado sempre pelo grupo de trabalho do qual o seu pai pertencia e a partir da paralisação da ferrovia, a administração municipal tomou conta. “O que os atuais fazem com a enxada e a foice era o mesmo que o meu pai fazia”.