Goulash

Gastronomia , 16 Janeiro 2020

Goulash

Goulash2O goulash é um prato com origem húngara, de carne bovina cortada em cubos e rapidamente dourada em gordura quente, juntando-se então cebola e especiarias, sendo depois o conjunto cozido lentamente. O autêntico goulash, significando em húngaro “comida de vaqueiros”, era preparado pelos pastores, utilizando bastante páprica, que é obtida do pimentão vermelho seco e moído.

Na versão que preparei para o almoço de um sábado, que foi devidamente saboreado por mim, por minha esposa e por um casal de vizinhos e amigos na agradável casa deles em Domingos Martins, dei uma “incrementada”, refogando, na panela de pressão, um quilo do corte bovino denominado “capa de filé”, bem limpo e cortado em cubos grandes, em azeite e pasta caseira de alho e cebola. Depois de dourados, adicionei páprica picante, sal, pimenta do reino e uma taça de vinho tinto, além de cobrir tudo com água e deixá-los cozinhando até amolecer.

À parte coloquei uma 20 cebolinhas brancas descascadas e inteiras para cozinhar em água e, quando estavam al dente, acrescentei 3 cenouras descascadas e cortadas, cada uma, em 3 pedaços, deixando cozinhá-las junto.

Quando a carne estava quase que totalmente cozida, adicionei 3 linguiças finas defumadas, um pimentão vermelho cortado em cubos e uma lata de tomates pelados, tampei novamente a panela e deixei na pressão por mais uns 20 minutos, até o caldo engrossar.

No final, escorri as cebolinhas e as cenouras já cozidas e coloquei-as na panela de pressão, junto com todos os demais ingredientes, só para dar uma saborizada a mais. Corrigi o sal e a pimenta e servi numa travessa de louça! O acompanhamento foi uma massa cozida tipo “parafuso” (fusilli), temperada ao “alho e óleo” e salpicada com queijo parmesão ralado, sendo que, para beber, abrimos um vinho tinto português encorpado, que harmonizou muito bem com esta preparação! Já deu até vontade de preparar novamente...

 

confira botao coluna 2

 

Histórico