Torta de palha italiana

Mario Luis Martins de Almeida , 12 Março 2019

Torta de palha italiana

Torta de palha italianaDia desses fui convidado para participar de um almoço, na casa de um casal de amigos em Domingos Martins e, por assim dizer, “convocado” a preparar e levar uma sobremesa, tarefa que aceitei de imediato e com muito prazer.

Comecei, então, a pesquisar algo que nos remetesse à culinária local, quando me veio à cabeça a receita desta torta, já que a “palha italiana”, não nesta forma, mas sim em pequenos tabletes individuais deliciosos, embrulhados em papel celofane e amarrados com um laço de fita, é bastante comum de se encontrar no município, seja nas confeitarias, nas cafeterias, nos restaurantes ou nas lojas que vendem produtos caseiros artesanais.

Comecei a preparação derretendo em fogo baixo quatro barras, de 100 g cada, de chocolate meio amargo, junto com uma colher de sopa bem cheia de manteiga sem sal e uma lata de leite condensado (375 g), mexendo até dar o ponto de “brigadeiro”, ou seja, até começar a soltar do fundo da panela. Tirei do fogo, deixei esfriar um pouco e adicionei duas caixinhas de creme de leite (200 g cada), misturando o suficiente para ficar bem homogeneizado.

Na sequência coloquei uma xícara de leite frio numa travessa e fui embebendo, um a um, 500 g de biscoitos “maisena” e arrumando-os numa forma metálica com 22 cm de diâmetro e fundo removível, numa primeira camada no fundo. Cobri esta camada com uma quantidade generosa do “brigadeiro” e, em seguida, repeti o processo com outras camadas de biscoitos e de chocolate, sendo que finalizei deixando a cobertura com uma deste último.

Por cima de tudo salpiquei um pouco dos mesmos biscoitos “maisena”, só que esmigalhados: coloquei algumas unidades num saco plástico, fechei-o e bati com uma colher de pau até achar que o tamanho dos pedaços estavam nem tão pequenos nem tão grandes para enfeitar a torta.

Deixei na geladeira até a hora de servir e, pelo o que comentaram aqueles que a experimentaram, estava muito boa, sendo que o chocolate meio amargo deu um toque muito especial!

Bom proveito e até a próxima!

confira botao coluna 2

 

Histórico