Setur debate avanços no projeto de turismo de cruzeiros no Espírito Santo

Publicado em 21/02/2024 às 14:10

Compartilhe

turismo-21-02-setur

A partir desta quarta-feira (21), uma equipe da Secretaria do Turismo (Setur), liderada pelo secretário de Estado do Turismo, Philipe Lemos, estará presente em uma reunião na Universidade de São Paulo (USP) para acompanhar os avanços dos estudos sobre o tema. Essa iniciativa reflete o compromisso do Governo em fortalecer o setor turístico do Espírito Santo e explorar novas oportunidades de desenvolvimento econômico.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Turismo, está empenhado em posicionar o Espírito Santo na rota de navios de cruzeiros marítimos até o ano de 2025. Para esse projeto, uma parceria estratégica foi estabelecida com a USP, visando realizar uma análise técnica da viabilidade da parada de cruzeiros no litoral capixaba.

O secretário Philipe Lemos expressou otimismo em relação ao projeto. “É mais uma etapa desse estudo tão importante. Vamos saber como o projeto está evoluindo. Estamos otimistas de que tudo vai dar certo para que o nosso Estado volte a receber esses navios de cruzeiro com mais de dois mil turistas por embarcação. O encontro em São Paulo, nestas quarta-feira (21) e quinta-feira (22), servirá para atualizar as informações e com certeza traremos grandes novidades”, salientou Lemos.

A simulação técnica será conduzida nas instalações da USP e vai representar em 3D o ambiente de Vitória. Por fim, serão realizadas as análises de risco da operação, utilizando técnicas para identificação, caracterização, quantificação e avaliação de perigos associados à operação. A previsão para a conclusão do relatório é até o final do mês de março de 2024.

Caso seja viabilizado, o projeto pode gerar impactos positivos significativos para o Espírito Santo. Isso porque a chegada de cruzeiros marítimos traz consigo um influxo considerável de turistas. Cada embarcação tem, em média, 2.500 passageiros, com uma média de gastos de R$100 por passageiro durante uma estadia média de duas diárias. Isso representa um consumo médio de R$500 mil por navio.

Com uma previsão de receber 40 escalas de transatlânticos em uma temporada de dezembro a março, por exemplo, a expectativa é de um impacto econômico de, aproximadamente, R$20 milhões por temporada para o Espírito Santo.

“Além disso, a inserção do Espírito Santo na rota de cruzeiros marítimos não apenas impulsionará o turismo na região, mas também contribuirá para a diversificação da oferta de lazer e entretenimento aos turistas, gerando impactos positivos na economia local e promovendo um intercâmbio cultural enriquecedor entre visitantes e residentes”, destacou Philipe Lemos.

Fonte e foto: SETUR

Veja também

agro-22-04-freepik-cafe

Prêmio CNA Brasil Artesanal abre inscrições para concurso de cafés especiais torrados

mundo-22-04-vt-Reproducao-AFP

Coreia do Norte dispara mísseis balísticos de curto alcance

mat-paga-22-04-mundo1

Bingo Don Bingote: Revivendo um Clássico com um Toque Moderno

WhatsApp-Image-2024-01-24-at-13.56.47-3

A Inclusão das Pessoas com Deficiência Visual

geral-22-04-ft-divulgacao

Donos de veículos afetados pelas chuvas em Apiacá e Mimoso do Sul não precisarão pagar IPVA e Licenciamento Anual 2024

agro-22-04-ft-favesu

Venda Nova se prepara para a 7ª edição da maior feira de avicultura e suinocultura capixaba FAVESU

brasil-22-04-fi-reprocucao-x

Supremo nega suspensão de multa do TSE a Bolsonaro

mat-paga-22-04-brasil-3

Os melhores serviços para impulsionar o Instagram: minha experiência pessoal