Salário mínimo já perdeu quase R$ 100 em poder de compra neste ano

Publicado em 15/12/2021 às 14:20

Compartilhe

109229


source
Salário mínimo já perdeu quase R$ 100 em poder de compra neste ano
Fernanda Capelli

Salário mínimo já perdeu quase R$ 100 em poder de compra neste ano

Quem recebe um salário mínimo (R$ 1.100 em 2021) já perdeu R$ 93 em poder de compra desde o início do ano. Isso porque o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que mede a inflação oficial do país, já acumula uma alta de 9,26% até novembro. Para comprar as mesmas coisas que comprava com esse valor naquele mês, o brasileiro precisaria receber, no mínimo, R$ 1.201,90.

Os dados foram levantados pelo iG utilizando a calculadora do próprio IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Os resultados apontam que o salário mínimo atual estaria valendo cerca de R$ 1007. Considerando o acumulado nos últimos 12 meses, que é de 10,74%, a diferença é ainda maior: em comparação com novembro de 2020, o mínimo perdeu R$ 116 em poder de compra. 

Vale lembrar, no entanto, que a conta é feita com base no IPCA, que mede a variação do custo de vida para famílias com renda mensal de 1 a 40 salários mínimos. O levantamento é feito pelo IBGE nas grandes regiões do país, especialmente nas áreas urbanas. Portanto, é esse índice que pode ser sentido no bolso de grande parte dos brasileiros.

Para calcular o reajuste do salário mínimo, no entanto, o governo usa como referência o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), que aponta a inflação para os mais pobres. Ele, por sua vez, já acumula alta de 9,36% no ano e 10,96% em 12 meses. Em um cenário que essa porcentagem continue a mesma, o piso salarial deveria chegar a R$ 1202 no ano que vem.

Em 2021, o valor do salário mínimo não repôs a inflação do ano passado. A correção aplicada pelo governo foi de 5,26%, mas o IPNC ficou acima disso, em 5,45%. Para que não houvesse perda do poder de compra, o piso teria que ser reajustado para R$ 1.102.

Em agosto, o então secretário especial do Tesouro e Orçamento do Ministério da Economia, Bruno Funchal, afirmou que os R$ 2 restantes devem ser recompensados pelo governo no fim deste ano – quando for enviada a medida provisória que corrigirá o salário mínimo em 2022.

Veja também

Palio-atinge-caminhonete-em-trevo-da-BR-262-e-foge-do-local-do-acidente

Pálio atinge caminhonete em trevo da BR-262 e foge do local do acidente

112964

EUA recomendam que população use “máscara mais protetora possível”

112962

Pitbull faz “birra” toda vez que escuta uma bronca

© José Cruz/Agência Brasil

Covid-19: Rio de Janeiro começa vacinação de crianças nesta segunda

112957

Covid-19: Áustria terá vacinação obrigatória a partir de fevereiro

© Alex Sandro/TV Brasil

Brasil recebe segunda remessa de vacina pediátrica da Pfizer

112953

Lira diz que Senado deve ser cobrado por nova alta de combustíveis

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Síndrome de Burnout é reconhecida como fenômeno ocupacional pela OMS