Rio de Janeiro permanece com risco moderado para covid-19

Publicado em 04/02/2022 às 22:20

Compartilhe

© Fernando Frazão/Agência Brasil


O estado do Rio de Janeiro permanece em bandeira laranja, de risco moderado para covid-19. É o que aponta o Mapa Semanal de Risco da Covid-19 divulgado hoje (4) pela Secretaria de Estado de Saúde.

O mapa desta semana apresenta melhora na região Metropolitana II – cidades de São Gonçalo e Niterói e a Baixada Litorânea – e nos municípios da Região dos Lagos, que passaram da bandeira laranja, de risco moderado, para a bandeira amarela, de baixo risco. A Região da Baía da Ilha Grande, na Costa Verde, passou da bandeira vermelha, com risco alto, para a bandeira amarela.

A região Metropolitana I, que engloba a capital e os municípios da Baixada Fluminense, além do Médio Paraíba, Centro Sul e Norte permanecem em risco moderado, com bandeira laranja. A região noroeste permanece em bandeira vermelha, com alto risco, e a região serrana saiu do risco moderado, bandeira laranja, para o alto risco, bandeira vermelha.

No período analisado, as internações reduziram de 294, na semana epidemiológica (SE) 2, para 268, na SE 4. Os óbitos passaram de 106, na SE 2, para 204, na SE 4. Os indicadores apontaram que, no período de 25 de janeiro a 1º de fevereiro, a taxa de positividade para SARS-CoV-2 em testes RT-PCR foi de 64%. Na quarta-feira (2), a taxa de ocupação de leitos para covid-19 estava em 64% para UTI e 46% para enfermaria.

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe, “a variante Ômicron já atingiu o pico” e agora uma redução vem sendo observada nos indicadores. Algumas regiões, como a Metropolitana II, a Baixada Litorânea e a Baía da Ilha Grande, já estão refletindo essa melhora e entrando em baixo risco de transmissão da covid-19. Outro ponto importante é a taxa de positividade para a doença nos centros de testagem do estado, que saiu de mais de 40% para 12%, avaliou.

Levantamento da Secretaria de Saúde apontou que a média móvel nos atendimentos a casos de síndromes gripais, que inclui a covid-19, nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAS) do estado tiveram queda de cerca de 60% na última semana. A análise mostra que, entre os dias 20 e 26 de janeiro, a média móvel foi de 2509 atendimentos diários. Já entre os dias 26 de janeiro a 2 de fevereiro, a média móvel ficou em 988 atendimentos diários.

Cada bandeira representa um nível de risco e um conjunto de recomendações de isolamento social, que variam entre as cores roxa (risco muito alto), vermelha (risco alto), laranja (risco moderado), amarela (risco baixo) e verde (risco muito baixo).

Edição: Maria Claudia

Fonte: EBC Saúde

Veja também

Acidente em DM (1)

Motorista com sinais de embriaguez é detido após causar acidente em Domingos Martins

treinamento-de-lutas-para-campeonato-nacional

Treinamentos das lutas de taekwondo aumentam em Marechal Floriano com a aproximação da competição nacional

crimes-ambientais-em-afonso-claudio

Polícia Ambiental identifica crimes ambientais em Afonso Cláudio após denúncias

clima-no-ES

Espírito Santo deverá ter frio intenso na próxima semana devido à massa de ar de origem polar

loteamento-inapropriado

Operação interdita loteamentos irregulares e identifica desmatamento em Domingos Martins

projeto-solidario-para-fazer-as-pessoas-felizes

Escola de São Miguel faz muitas pessoas felizes com projeto solidário

vacinacao-de-gripe-e-saranpo

Sesa alerta para baixa adesão às campanhas de vacinação contra Gripe e Sarampo

grupo-de-danca-e-musico-animam-feira-do-empreendedor-1

Grupo de danças e músico e animam a Feira do Empreendedor em Marechal Floriano