Primeira-ministra da Suécia renuncia em menos de oito horas após ser eleita

Publicado em 24/11/2021 às 19:21

Compartilhe

106572


source
Magdalena Andersson em menos de oito horas após sua eleição pelo Parlamento, renunciou
Reprodução/Redes Sociais

Magdalena Andersson em menos de oito horas após sua eleição pelo Parlamento, renunciou

Magdalena Andersson foi eleita primeira-ministra da  Suécia pelo Parlamento nesta quarta-feira (24), sendo a primeira mulher a ocupar o posto de chefe de Governo do país. Porém, em menos de oito horas após sua eleição pelo Parlamento, ela renunciou, pois sua proposta de orçamento perdeu na votação e os ecologistas deixaram o governo.

Andersson era anteriormente a ministra das Finanças do governo do primeiro-ministro demissionário Stefan Löfven, que também renunciou após sete anos no cargo.

Ela recebeu 117 votos a favor, 57 optaram pela abstenção, e 174 deputados votaram contra seu nome.

“Há uma prática constitucional segundo a qual um governo de coalizão renuncia quando um partido sai. Não quero liderar um governo cuja legitimidade esteja em questão”, declarou a líder social-democrata, acrescentando que espera ser reeleita em uma próxima votação. 

Fonte: IG Mundo

Veja também

© Washington Alves/COB/Direitos Reservados

Basquete: Brasil derrota Chile nas Eliminatórias da Copa do Mundo

© Marcello Casal JrAgência Brasil

Covid-19: ministro anuncia proibição de voos oriundos de seis países

© Felipe Oliveira/EC Bahia/Direitos Reservados

Brasileiro: Bahia derrota Grêmio por 3 a 1 e deixa Z4

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Não há casos da nova variante identificados no Brasil, diz ministério

© Fernando Brito/MS

Fiocruz pede inclusão de BioManguinhos como produtor de IFA nacional

106933

Chineses ignoram governo e usam criptomoedas para mandar dinheiro para o Japão

106931

INSS: Normas temporárias para concessão de auxílio é constitucional, decide STF

106929

Campos Neto diz que inflação vai melhorar a partir de 2022