Preço da gasolina pode variar 40% dentro do mesmo estado

Publicado em 10/11/2021 às 16:50

Compartilhe

104403


source
null
Osni Alves

undefined

O litro da gasolina pode variar em até 40% entre um posto e outro dentro do mesmo estado. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

As diferenças entre o menor e o maior preço já superam R$ 2 por litro em São Paulo (de R$ 5,297 até R$ 7,399) e no Rio Grande do Sul (de R$ 5,769 até R$ 7,999).

No estado paulista, o menor preço cobrado pelo litro da gasolina é encontrado no município de Atibaia e o maior, em quatro postos da capital. No Sul, o valor mais alto foi registrado em dois postos da mesma bandeira situados na cidade gaúcha de Bagé, e o mais baixo, em Gravataí.

Nesses dois lugares, o consumidor pode gastar até R$ 100 a mais na hora de encher um tanque de cerca de 50 litros. 

Leia Também

Já as menores diferenças no litro da gasolina entre um posto e outros foram constatadas em Roraima (de R$ 6,24 até R$ 6,39), no Rio Grande do Norte (de R$ 6,989 até R$ 7,299) e no Piauí (de R$ 6,99 até R$ 7,299).

Dados mais recentes da ANP mostram que o preço médio da gasolina no país é de R$ 6,7.

Gasolina não é a única

As diferenças de preço dentro do mesmo estado não são exclusivas da gasolina. Os valores do etanol, por exemplo, variam 51,2% em São Paulo e 63,9% no Rio Grande do Sul. O combustível é encontrado por até R$ 7,899 no estado localizado no extremo sul do Brasil.

Já no caso do diesel, a maior diferença (45,4% ou R$ 1,95 por litro) é registrada em São Paulo, que vende o produto entre R$ 4,299 e R$ 6,249. Em seguida, vem Santa Catarina, com uma variação de preço de 27,5%.

Veja também

© Washington Alves/COB/Direitos Reservados

Basquete: Brasil derrota Chile nas Eliminatórias da Copa do Mundo

© Marcello Casal JrAgência Brasil

Covid-19: ministro anuncia proibição de voos oriundos de seis países

© Felipe Oliveira/EC Bahia/Direitos Reservados

Brasileiro: Bahia derrota Grêmio por 3 a 1 e deixa Z4

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Não há casos da nova variante identificados no Brasil, diz ministério

© Fernando Brito/MS

Fiocruz pede inclusão de BioManguinhos como produtor de IFA nacional

106933

Chineses ignoram governo e usam criptomoedas para mandar dinheiro para o Japão

106931

INSS: Normas temporárias para concessão de auxílio é constitucional, decide STF

106929

Campos Neto diz que inflação vai melhorar a partir de 2022