Polícia Civil prende suspeito de estuprar filha de 12 anos em Brejetuba

Publicado em 30/11/2022 às 15:50

Compartilhe

Policia-Civil-prende-suspeito-de-estuprar-filha-de-12-anos-em-Brejetuba

A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Delegacia de Polícia (DP) de Brejetuba, prendeu, nessa terça-feira (29), um homem suspeito de ter estuprado a própria filha, de apenas 12 anos. O pai teria buscado a criança em Minas Gerais, onde ela residia, por suspeita de estar sendo abusada pelo padrasto, e também foi abusada pelo pai, no último dia 03.

A vítima conseguiu romper o silêncio, e com o amparo de familiares, denunciou os abusos à Polícia Militar do município. A criança informou aos policiais militares sobre o ocorrido 10 dias após o crime, no dia 13 de novembro, denunciando que o pai havia a violentado. Aos militares ela contou que não conseguiu alertar antes por conta da falta de transporte e por medo do pai.

Segundo o titular da Delegacia de Polícia (DP) de Brejetuba, delegado Claudio Rodrigues Araújo, assim que tomou conhecimento do caso, instaurou inquérito policial e iniciou as investigações. A criança foi encaminhada ao Serviço Médico Legal (SML) , que constatou a violência sexual.

O delegado representou pela prisão preventiva do suspeito, sendo prontamente atendido pelo Juiz da Vara Única de Conceição do Castelo. “Esse crime traz muitos danos físicos e psicológicos às vítimas, e por este motivo a Delegacia atua de forma rigorosa”, disse.   O delegado ainda destacou o imprescindível apoio dos outros órgãos. “Foi crucial a integração da Polícia Militar, Ministério Público, Justiça, Conselho Tutelar e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), que atuam de forma sinérgica em favor da sociedade”, informou o delegado titular de Brejetuba, Claudio Rodrigues Araújo.

O suspeito foi encaminhado para a 11ª Regional de Venda Nova do Imigrante, e negou as acusações. A vítima atualmente está morando com outros familiares e deverá ser assistida pelo CREAS do município.

Orientações:

Todas as pessoas do convívio da criança e do adolescente são responsáveis pela sua segurança e podem fazer denúncias caso constatem a violação de seus direitos. A PCES orienta que qualquer pessoa que tenha conhecimento de crimes como este acione o Conselho Tutelar ou traga o caso até o conhecimento da Polícia Civil, que adotará as providências necessárias.

Com informações da Polícia Civil.

Fonte: Rádio FMZ

Veja também

geral-22-02-agencia-Brasil

Receita abre consulta a lote residual do Imposto de Renda

brasi-22-02-defesa-civil-RS

Bolsa Família antecipa pagamento para municípios do Espírito Santo e Rio Grande do Sul

policia-22-02-gov-es-drones

Drones ampliam a segurança nos complexos prisionais do Espírito Santo

brasil-22-02-freepik-estudante

Caixa anuncia concurso com mais de 4 mil vagas para todo o Brasil

geral-22-02-freepik-estudante

Fies Social financia até 100% de encargos para estudantes de famílias do CAD Único

esporte-22-02-gov-es

Paratleta capixaba representa o Brasil em Mundial de natação na Austrália

policia-21-02-pces

Polícia Civil prende em flagrante suspeito de homicídio em Conceição de Castelo

policia-21-02-mf

Bicicleta e moto são furtadas e um micro-ônibus é arrombado em bairro de Marechal Floriano