Polícia Civil prende suspeito de estuprar filha de 12 anos em Brejetuba

Publicado em 30/11/2022 às 15:50

Compartilhe

Policia-Civil-prende-suspeito-de-estuprar-filha-de-12-anos-em-Brejetuba

A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Delegacia de Polícia (DP) de Brejetuba, prendeu, nessa terça-feira (29), um homem suspeito de ter estuprado a própria filha, de apenas 12 anos. O pai teria buscado a criança em Minas Gerais, onde ela residia, por suspeita de estar sendo abusada pelo padrasto, e também foi abusada pelo pai, no último dia 03.

A vítima conseguiu romper o silêncio, e com o amparo de familiares, denunciou os abusos à Polícia Militar do município. A criança informou aos policiais militares sobre o ocorrido 10 dias após o crime, no dia 13 de novembro, denunciando que o pai havia a violentado. Aos militares ela contou que não conseguiu alertar antes por conta da falta de transporte e por medo do pai.

Segundo o titular da Delegacia de Polícia (DP) de Brejetuba, delegado Claudio Rodrigues Araújo, assim que tomou conhecimento do caso, instaurou inquérito policial e iniciou as investigações. A criança foi encaminhada ao Serviço Médico Legal (SML) , que constatou a violência sexual.

O delegado representou pela prisão preventiva do suspeito, sendo prontamente atendido pelo Juiz da Vara Única de Conceição do Castelo. “Esse crime traz muitos danos físicos e psicológicos às vítimas, e por este motivo a Delegacia atua de forma rigorosa”, disse.   O delegado ainda destacou o imprescindível apoio dos outros órgãos. “Foi crucial a integração da Polícia Militar, Ministério Público, Justiça, Conselho Tutelar e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), que atuam de forma sinérgica em favor da sociedade”, informou o delegado titular de Brejetuba, Claudio Rodrigues Araújo.

O suspeito foi encaminhado para a 11ª Regional de Venda Nova do Imigrante, e negou as acusações. A vítima atualmente está morando com outros familiares e deverá ser assistida pelo CREAS do município.

Orientações:

Todas as pessoas do convívio da criança e do adolescente são responsáveis pela sua segurança e podem fazer denúncias caso constatem a violação de seus direitos. A PCES orienta que qualquer pessoa que tenha conhecimento de crimes como este acione o Conselho Tutelar ou traga o caso até o conhecimento da Polícia Civil, que adotará as providências necessárias.

Com informações da Polícia Civil.

Fonte: Rádio FMZ

Veja também

geral-24-06-ft-Divulgacao-Ibama

Servidores federais ambientais iniciam greve

cultura-24-06-ft-Cicecro-italemanha

Preparativos para a Italemanha em ritmo acelerado em Marechal Floriano

geral-24-06-ft-div-gov-es

Recurso emergencial chega a empresas afetadas pelas chuvas no Espírito Santo

brasil-24-06-ft-Reproducao-Twitter-enchente-RS

Nível do Guaíba sobe 23 cm e prefeitura emite alerta para inundações no RS

saude-24-06-ft-freepik-vacina

Saúde reforça importância da vacinação contra sarampo àqueles que vão à Olimpíada de Paris

turismo-24-06-ft-divulgacao-Rota-dos-Queijos

Rota dos Queijos em João Neiva: uma jornada de sabor e tradição

politica-24-06-STF-porte-maconha

STF retoma julgamento sobre porte de maconha para consumo

mundo-24-06-ft-reproducao-portal-ig

Médico brasileiro sobrevive à acidente que vitimou 9 pessoas na Namíbia, incluindo sua esposa