Operação contra organização criminosa interestadual cumpre mandado em Domingos Martins

Publicado em 14/12/2022 às 11:13

Compartilhe

Operacao-contra-organizacao-criminosa-interestadual-cumpre-mandado-em-Domingos-Martins

Foto: Polícia Federal

A Força Tarefa de Segurança Pública do Espírito Santo (FTSP-ES), composta por policiais federais, rodoviários federais e guardas civis de Vitória, Vila Velha, Serra e Viana, com o apoio da Polícia Civil e Militar, deflagrou a Operação Mirante, na manhã de hoje (14).

Estão sendo cumpridos 14 mandados de prisão temporária, além de 39 mandados de busca e apreensão em Vitória (29), Vila Velha (03), Serra (03), Domingos Martins (01), Guarapari (01), Rio de Janeiro/RJ (01) e na cidade de Mundo Novo/MS (01). Também estão sendo cumpridos dois mandados de sequestros de bens pertencentes aos investigados.

Além do cumprimento das citadas ordens judiciais, o que se busca é a obtenção de novos elementos de prova para desmantelar uma organização criminosa dedicada ao tráfico de drogas e armas que atua na Grande Vitória. Até a manhã de hoje, foram apreendidos R$ 280 mil em dinheiro.

ENTENDA O CASO – Os policiais da FTSP conseguiram determinar que, mesmo foragidos no Rio de Janeiro, os líderes do grupo continuam comandando o tráfico de drogas e armas em locais da Grande Vitória, tais como Morro do Macaco, Jaburu, Cruzamento, Itararé, São Pedro, dentre outros.

Com o avanço da investigação, foi constatado que há uma organização criminosa com clara divisão de funções, com comando determinado, gerentes, distribuidores e “soldados”, além de associados para a lavagem de dinheiro. Chamou a atenção dos investigadores a descoberta de uma área de mata, utilizada para a estocagem, preparo e distribuição das drogas por eles comercializadas. Com os novos elementos coletados durante a deflagração da operação, novas medidas poderão ser solicitadas.

CRIMES INVESTIGADOS – Os investigados poderão responder pela prática do delito de Organização Criminosa (Art. 2ºda Lei 12.850/2013), Tráfico de Drogas (Art. 33 da Lei 11.343/2006) e, eventualmente, pela Lavagem de Capitais (Art. 1º da Lei 9.613/1998) e, se condenados, podem receber penas de até 33 anos de reclusão.

Fonte: Polícia Federal

Veja também

geral-22-02-agencia-Brasil

Receita abre consulta a lote residual do Imposto de Renda

brasi-22-02-defesa-civil-RS

Bolsa Família antecipa pagamento para municípios do Espírito Santo e Rio Grande do Sul

policia-22-02-gov-es-drones

Drones ampliam a segurança nos complexos prisionais do Espírito Santo

brasil-22-02-freepik-estudante

Caixa anuncia concurso com mais de 4 mil vagas para todo o Brasil

geral-22-02-freepik-estudante

Fies Social financia até 100% de encargos para estudantes de famílias do CAD Único

esporte-22-02-gov-es

Paratleta capixaba representa o Brasil em Mundial de natação na Austrália

policia-21-02-pces

Polícia Civil prende em flagrante suspeito de homicídio em Conceição de Castelo

policia-21-02-mf

Bicicleta e moto são furtadas e um micro-ônibus é arrombado em bairro de Marechal Floriano