Onda de calor pode aumentar o consumo de água e contribuir para a crise hídrica

Publicado em 19/11/2023 às 10:35

Compartilhe

Onda-de-calor-pode-aumentar-o-consumo-de-agua-e-contribuir-para-a-crise-hidrica

Uma forte onda de calor ganhou força no Brasil nesta semana, com os termômetros marcando, ao menos, 5ºC acima da média, conforme alerta do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). E à medida que as temperaturas continuam a subir, a crise hídrica é uma realidade cada vez mais presente em diversas regiões. No entanto, empresas com grande número de pessoas podem desempenhar um papel fundamental no enfrentamento desse problema, adotando medidas proativas para economizar água e reduzir custos.

De acordo com o relatório da ONU 2023, o uso da água tem aumentado 1% ao ano nos últimos 40 anos em âmbito global. A estimativa é que a taxa de crescimento continue nesse patamar até 2050.

Sibylle Muller, Mestre em engenharia civil, CEO da NeoAcqua, destaca alternativas viáveis para minimizar o impacto do aumento do consumo de água nas empresas. “Uma das soluções para minimizar os impactos da escassez de água durante as ondas de calor é o reúso de águas cinzas (águas captadas a partir de lavatórios e chuveiros), que podem ser tratadas e reutilizadas para diversas finalidades, como descarga de vasos sanitários, rega de jardins e canteiros, limpeza em geral, lavagem de veículos, entre outras. A situação ideal para implementação de um sistema de reuso num empreendimento ocorre preferencialmente a partir da fase de concepção do projeto, permitindo que a hidráulica possa absorver facilmente algumas modificações necessárias”, comenta.

Além do reuso de águas cinzas, as empresas também podem tomar iniciativas adicionais para reduzir o consumo de água potável, como:

  • A instalação de dispositivos economizadores de água;
  • Promover ações de conscientização para os funcionários mostrando a importância de economizar e preservar recursos hídricos;
  • Realizar a manutenção periódica e preventiva de seus sistemas hidráulicos, evitando vazamentos futuros.

“Essas medidas são importantes para a preservação dos recursos hídricos preciosos que, com certeza, serão extremamente importantes para a preservação do meio ambiente. Nossa empresa está comprometida com a sustentabilidade ambiental, buscando sempre melhoria contínua e inovações no desenvolvimento de sistemas de tratamento e reuso de águas”, finaliza Sibylle Muller, CEO da NeoAcqua.

Fonte: Agência Contatto

Veja também

agro-22-04-freepik-cafe

Prêmio CNA Brasil Artesanal abre inscrições para concurso de cafés especiais torrados

mundo-22-04-vt-Reproducao-AFP

Coreia do Norte dispara mísseis balísticos de curto alcance

mat-paga-22-04-mundo1

Bingo Don Bingote: Revivendo um Clássico com um Toque Moderno

WhatsApp-Image-2024-01-24-at-13.56.47-3

A Inclusão das Pessoas com Deficiência Visual

geral-22-04-ft-divulgacao

Donos de veículos afetados pelas chuvas em Apiacá e Mimoso do Sul não precisarão pagar IPVA e Licenciamento Anual 2024

agro-22-04-ft-favesu

Venda Nova se prepara para a 7ª edição da maior feira de avicultura e suinocultura capixaba FAVESU

brasil-22-04-fi-reprocucao-x

Supremo nega suspensão de multa do TSE a Bolsonaro

mat-paga-22-04-brasil-3

Os melhores serviços para impulsionar o Instagram: minha experiência pessoal