Mulher é morta e marido é baleado durante churrasco em Domingos Martins

Publicado em 04/03/2023 às 17:04

Compartilhe

mulher-e-morta

Texto: Julio Huber / Foto: Divulgação

Uma mulher, identificada como Vanderlúcia Ferreira de Souza, 37 anos, morreu e o marido dela foi baleado, na madrugada de hoje (04), na localidade de Santa Terezinha, em Alto Paraju, Domingos Martins. O homem acusado de disparar contra o casal foi preso, no início da manhã deste sábado, pela Polícia Militar.

Testemunhas disseram que ocorria um churrasco, na casa das vítimas, quando o acusado do crime começou a discutir com o dono da casa, Ivan Gomes de Souza, 48 anos. Pessoas que estavam no local contaram para os policiais que presenciaram a discussão e o acusado saindo e retornando em direção a Vanderlúcia. Durante a briga, o acusado sacou uma arma e efetuou disparos. Um tiro teria atingido o peito de Vanderlúcia, que não resistiu e morreu a caminho do atendimento médico.

Tiros também atingiram Ivan, esposo dela. O casal baleado foi levado para o Centro de Saúde Ary Ribeiro da Silva, em Marechal Floriano, mas ela chegou morta ao local. Após receber os primeiros atendimentos na mesma unidade de saúde, Ivan precisou ser entubado, porque seu estado de saúde era grave. Ele foi encaminhado ao Hospital São Lucas, em Vitória. A morte de Vanderlúcia foi constatado pelo médico de plantão, ainda dentro do carro, que ficou estacionado à espera da Perícia da Polícia Civil.

Ao tomarem conhecimento do crime, policiais militares foram até a localidade, em busca do suspeito de ter assassinado a mulher e de ter baleado o marido dela. O homem não foi localizado em sua residência. Os policiais foram até a casa do irmão do acusado, onde encontraram um veículo Vectra estacionado no quintal, com o motor quente, o que indicava que ele havia sido usado momentos antes.

O irmão do acusado colaborou com os policiais e informou que seu irmão chegou por volta das 03h da madrugada em sua residência lhe pedindo ajuda para fugir, pois havia efetuado disparos de arma de fogo contra Ivan e sua esposa. O homem também relatou que levou seu irmão até a casa de sua tia, em Perobas, Domingos Martins.

O acusado foi encontrado, na casa de sua tia, pelos policiais, e assumiu que efetuou disparos contra o casal. Ele também disse aos militares que teria jogado a arma do crime, um revólver calibre 22, no meio do mato. No local, os policiais procuraram a arma, mas não a encontraram. Ele foi levado até a Delegacia de Polícia Civil de Venda Nova do Imigrante, de onde deveria seguir para um presídio capixaba.

Veja também

cultura-18-04-ft-div-gov-es

Festival Santa Teresa Gourmet completa dez anos conectando público com gastronomia, música e cultura

geral-18-04-ft-negocio-rural

Fim de semana gelado em Vitória e mais 7 capitais brasileiras

brasil-18-04-ft-flipar

Mulher que levou idoso morto a banco passa por audiência de custódia

geral-18-04-freepik-dinheiro

Senado aprova isenção de IR para quem ganha até dois salários mínimos

turismo-18-04-ft-div-setur

Rota dos Sabores mostra a diversidade gastronômica do Espírito Santo

arte-e-cronica

Crônica: Quais suas prioridades?

policia-17-04-ft-policia-amb

Polícia Ambiental flagra atividades de terraplanagem sem licença ambiental na Região Serrana

brasil-17-04-ft-div-portal-ig

Ministério Publico apura se o PCC está infiltrado na saúde pública de São Paulo