Mais flores e colorido para atrair turistas para as montanhas

Publicado em 19/08/2017 às 12:00

Compartilhe

Desenvolver as potencialidades turísticas dos municípios das montanhas capixabas. Esse é o objetivo de um planejamento que já está sendo executado e pretende impulsionar o turismo e atrair mais visitantes para os municípios das montanhas do Estado. E a primeira das cinco fases, que envolve empresários, poder público, entidades do setor e moradores, pretende deixar a região ainda mais bela e atrativa com cores diversas de flores.

“A região das montanhas foi agraciada pelas mãos de Deus, pois as belezas naturais são imensas. Mas agora precisamos de uma ajuda das mãos dos homens para tornar nossos municípios ainda mais bonitos e atrativos turisticamente. E essa ideia já está surtindo efeito e agregando adeptos”. Essa é a afirmação do coordenador do Plano de Desenvolvimento de Turismo das Montanhas Capixabas (PDTMC), o empresário Ernesto Izoton.

A ideia surgiu por iniciativa do Montanhas Capixabas Convention & Visitors Bureau (MCCVB), que agrega os seguintes municípios: Afonso Cláudio, Brejetuba, Castelo, Conceição do Castelo, Domingos Martins, Marechal Floriano, Laranja da Terra, Vargem Alta e Venda Nova do Imigrante. Entretanto, diversas outras instituições, além das prefeituras desses municípios, são parceiras da ideia.

Voluntário no projeto, Ernesto destaca a importância do envolvimento de todos que moram na região, seja no plantio de um canteiro ou jardim florido, ou da colocação de vasos de plantas em frente à sua residência ou estabelecimento comercial. “Em alguns dos nove municípios das montanhas, as prefeituras estão bastante empenhadas em sensibilizar os moradores e empresários do turismo”, destaca.

Ernesto destacou que as cinco etapas do PDTMC foram desenvolvidas após reuniões e encontros. Na manhã do dia 17 de agosto, uma reunião com representantes dos nove municípios será realizada na Casa do Turista, em Pedra Azul, para debater o andamento da primeira etapa do plano.

MAIS ATRATIVOS – O presidente do MCCVB, Valdeir Nunes, enfatizou a importância do plano e da integração de todos nessa primeira fase. “Estamos em uma região turística, e temos que nos preocupar em fortalecer esse segmento importante e que movimenta a economia dos nossos municípios. O turismo é uma indústria limpa e pesquisas apontam que o setor movimenta quase 70% de toda a cadeia produtiva”, informou Valdeir.

Ele ainda destacou que é preciso criar atrativos turísticos, e o embelezamento das cidades pode ser o caminho. “Nosso clima favorece o plantio de muitas espécies de plantas que florescem, como ipês, manacás da serra e tantos outros que podem ser plantados próximos às margens de rodovias, respeitando os limites legais. Temos exemplos de vários municípios no Brasil e em outros países em que belezas naturais atraem turistas”, lembrou.

Valdeir, que é diretor do Hotel Fazenda China Park, informou que uma pesquisa realizada pela equipe de seu hotel apontou que 40% dos hóspedes são da Grande Vitória, 40% de outros municípios capixabas, 17% de estados vizinhos, como Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia, e apenas 3% são de outros estados brasileiros. “Temos que criar atrativos para atrair mais turistas de fora”, reforçou.

Conselhos Municipais de Turismo serão reestruturados

Muito além do que apenas embelezar as cidades das montanhas, o Plano de Desenvolvimento do Turismo das Montanhas Capixabas prevê diversas ações importantes para impulsionar o setor. Um deles é a reestruturação dos Conselhos Municipais de Turismo dos nove municípios das montanhas.

Para os municípios que ainda não possuem um Conselho, o grupo de trabalho readaptou um modelo padrão, baseado no documento do município de Gramado (RS), inclusive com o regimento interno. O município de Conceição do Castelo já está utilizando esse modelo para estruturar seu Conselho.

Outro assunto apontado como fundamental é a criação do Plano Municipal de Turismo, já que é o instrumento que irá basear as ações do setor para cada cidade. “Estamos assumindo o compromisso que, em curto espaço de tempo, todos os nove municípios tenham um Plano Municipal de Turismo, mesmo simples para os que ainda não o possuem”, garantiu Ernesto Izoton.

Cerejeiras atraem visitantes em Pedra Azul

Mais flores e colorido para atrair turistas para as montanhas 02Um exemplo de que flores podem ser um atrativo para as montanhas foi vivenciado nos últimos dias de julho, quando diversas cerejeiras encantaram visitantes de diversas partes do Estado em Pedra Azul, Domingos Martins.

Diversas pessoas postaram fotos em redes sociais e comentaram sobre as belas imagens das cerejeiras floridas. Uma das pessoas que aproveitaram para levar a família foi a enfermeira Ellen Favero.

“Vou a Pedra Azul com muita frequência, pois amo cada cantinho de lá. Nessa última visita, além da pedra que já é majestosa, pude contemplar a beleza das cerejeiras que estavam perfeitas, deixando o local ainda mais encantador e um cenário lindo para fotos”, destacou Ellen.

Próximas etapas já estão em planejamento

As próximas etapas do Plano de Desenvolvimento de Turismo das Montanhas Capixabas já estão sendo elaboradas. Entre as várias ações, destacam-se: estimular concorrência entre os equipamentos e municípios; auxiliar os municípios na definição de suas vocações turísticas; receber e analisar diagnósticos sobre escassez de água; construir roteiros experimentais; conscientizar atores públicos e privados sobre os benefícios da atividade turística na geração de emprego e renda; capacitar os envolvidos no setor, entre outras dezenas de outras atividades.

Sobre as vocações turísticas, o coordenador do plano, Ernesto Izoton, destaca que um município pode desenvolver uma vocação turística sem mesmo ter hospedagem. “Algumas rotas europeias recebem até três milhões de turistas por ano sem hospedar ninguém. E temos municípios das montanhas que podem seguir exemplos como este. Para as montanhas capixabas, talvez seja mais adequado eleger o espaço entre o China Park e Venda Nova do Imigrante como receptor do maior fluxo de turistas, distribuindo-os pelos demais municípios através de roteiros bem organizados e bem elaborados”, sugere Izoton.

Veja também

centro-cirurgico

Centro Cirúrgico 2.0: projeto para otimizar processos e garantir agilidade a quem precisa de cirurgia pelo SUS capixaba

ministerio-da-saude

Ministério da Saúde já realizou mais de 2.600 atendimentos à estados e municípios

selo-artesanal

Curso sobre Selos de Identificação Artesanal será realizado em julho

Em-apenas-7-meses-Mapa-alcanca-recorde-anual-de-aberturas-de-mercado

Em apenas 7 meses, Mapa alcança recorde anual de aberturas de mercado

pao-e-produto-alcoolico

Marcas de pão de forma deveriam ter alerta de produto alcoólico

qualificacao-de-turismo

Programa de Qualificação para o Turismo oferece novas oportunidades

inscricao-para-nossa-bolsa

Governo do Estado divulga lista com suplentes às vagas oferecidas pelo Programa Nossa Bolsa 2024/02

nota-premiada

Fique ligado: dia 18 de julho tem sorteio do Nota Premiada Capixaba!