Mais de 37,5 mil consumidores geram energia própria no Espírito Santo

Publicado em 05/04/2023 às 09:35

Compartilhe

Mais-de-375-mil-consumidores-geram-energia-propria-no-Espirito-Santo

Foto: Julio Huber

A quantidade de consumidores atendidos pela geração própria de energia solar no Espírito Santo ultrapassa a marca de 37,5 mil. De acordo com dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o Estado possui mais de 32,4 mil conexões operacionais de com tecnologia fotovoltaica em telhados e pequenos terrenos, espalhadas por 78 municípios, ou seja, 100% da região.

Desde 2012, a geração própria de energia solar já proporcionou ao Espírito Santo a atração de cerca de R$ 2 bilhões em investimentos, geração de mais de 11,7 mil empregos e a arrecadação de mais de R$ 550 milhões aos cofres públicos.

Conforme mapeamento da Absolar, os capixabas estão entre os 20 estados brasileiros com maior potência instalada de energia solar para a geração própria. O Estado possui 391,6 megawatts (MW) em operação nas residências, comércios, indústrias, propriedades rurais e prédios públicos.

A potência instalada de energia solar distribuída no Espírito Santo coloca o Estado na 15ª posição do ranking nacional da Absolar. Para Vitor Romero, coordenador estadual entidade no Espírito Santo, o avanço da energia solar no país é fundamental para o desenvolvimento social, econômico e ambiental do Brasil e ajuda a diversificar o suprimento de energia elétrica do Brasil, reduzindo a pressão sobre os recursos hídricos e o risco da ocorrência de bandeira vermelha na conta de luz da população.

“O estado do Espírito Santo é atualmente um importante centro de desenvolvimento da energia solar. A tecnologia fotovoltaica representa um enorme potencial de geração de emprego e renda, atração de investimentos privados e colaboração no combate às mudanças climáticas”, comenta.

Segundo análise da Absolar, com a regulamentação da Lei nº 14.300/2022, a geração própria de energia renovável conquistou segurança jurídica e estabilidade regulatória, fundamentais para manter o avanço do setor e a democratização da energia solar no Brasil.

“Portanto, fica a mensagem para toda a sociedade brasileira: regulamentada a lei, o consumidor tem a clareza de que a geração própria de energia solar é, e continuará sendo, uma excelente solução para economizar na conta de luz e ainda contribuir para a sustentabilidade do Brasil”, ressalta Rodrigo Sauaia, presidente executivo da Absolar.

Fundada em 2013, a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica é a entidade do Brasil que reúne todos os elos da cadeia de valor da fonte solar fotovoltaica e demais tecnologias limpas, incluindo armazenamento de energia elétrica e hidrogênio verde. Com associados nacionais e internacionais, de todos os portes, a entidade é fonte de informação e articulação em prol da transição energética sustentável do Brasil.

Fonte: Totum Comunicação

Veja também

agro-17-06-ft-AgroUrbano-maquina-secadora-cafe

Equipamento promete secagem de cafés especiais em menos de 24 horas

geral-17-06-ft-Ricardo-Medeiros-terceira-ponte

Governo do Estado inicia remoção das cabines da Terceira Ponte

saude-17-06-ft-sesa

Neurocirurgia transformadora: a jornada de dona Florentina para recuperar a fala e a mobilidade

geral-17-06-ft-Reproducao-Agencia-Brasil-termometro

Inverno começa nesta semana com temperaturas acima da média

politica-17-06-ft-Paulo-Pinto-Agencia-Brasil-pl-aborto

Após PL do aborto na Câmara, Senado discute o tema nesta segunda-feira

brasil-17-06-ft-reproducao-chuvas-RS

Ministro presta suporte após temporal em São Luiz Gonzaga, no Rio Grande do Sul

producao-industrial

Produção industrial cresce 6,2% no Espírito Santo

incendio-instalacao-eletrica

Saiba como evitar incêndios em instalações elétricas