Mais de 3 mil famílias das montanhas capixabas não agendaram a substituição gratuita da antena parabólica

Publicado em 10/05/2024 às 11:58

Compartilhe

geral-10-05-ft-freepik

Foto: Freepik

Das mais de 4,5 mil famílias de cidades das montanhas capixabas que podem ser beneficiadas pela substituição gratuita das antenas parabólicas tradicionais, apenas cerca de 600 já garantiram o benefício. A substituição é necessária porque, em breve, as parabólicas tradicionais deixarão de funcionar. Isso significa que quem não fizer a atualização para o modelo digital ficará sem sinal de TV.

A Siga Antenado é uma entidade sem fins lucrativos e é a responsável pela realização do serviço. A troca da antena é gratuita para famílias de baixa renda, que atendam alguns requisitos, como fazer parte de algum programa social do Governo Federal (CadÚnico) e ter na residência uma parabólica tradicional instalada e funcionando.

Afonso Claudio, Alfredo Chaves, Brejetuba, Castelo, Conceição do Castelo, Domingos Martins, Marechal Floriano, Vargem Alta e Venda Nova do Imigrante estão entre as cidades capixabas com menor procura por agendamento junto à Siga Antenado. Apenas 197 das mais de 3,2 mil famílias desses municípios já tiveram seus equipamentos substituídos.

Vitória foi a primeira cidade do Estado a abrir agendamentos, em agosto de 2022. Desde então, todos os demais municípios foram contemplados gradativamente pelo programa. Em todo o Brasil, a Siga Antenado já realizou mais de 2 milhões de instalações dos kits gratuitos de parabólica digital. A iniciativa é parte do esforço contínuo para apoiar as famílias de menor renda durante a migração do sinal de TV das parabólicas tradicionais para as novas parabólicas digitais, processo fundamental para garantir o acesso à televisão após a ativação da tecnologia 5G. O marco de 2 milhões de kits gratuitos com a nova parabólica digital instalados foi alcançado apenas seis meses após a conquista do primeiro milhão.

Como solicitar

A substituição da parabólica é necessária porque a tecnologia 5G utiliza uma faixa de frequência muito próxima à Banda C, por onde passa o sinal das antenas tradicionais. Dessa forma, à medida que o 5G é ativado nas cidades, os usuários da parabólica tradicional podem sofrer com interferência e até a perda completa do sinal de TV.

Quem já assiste à TV pelo sinal digital terrestre (antena espinha de peixe), pela parabólica digital, por streaming (internet) ou é cliente de TV paga, não precisa fazer nada, pois não sofrerá qualquer impacto pela mudança.

Para saber quem tem direito ao kit com a nova parabólica digital, a população deve entrar em contato com a entidade por meio do site sigaantenado.com.br ou pelo telefone 0800 729 2404. Para agendar a troca, basta ter em mãos o número de CPF ou do NIS (Número de Identidade Social). Após a confirmação de que os critérios foram atendidos, será feito o agendamento para a ida do técnico à residência. Tanto o equipamento quanto a instalação são totalmente gratuitos.

Fonte: Siga Antenado

Veja também

cafes-es

Cafés do Espírito Santo no topo do Prêmio Artesanal de Cafés Especiais Torrados

cafe-conilon

Produção de café conilon deve ser a 3ª maior na série histórica no Espírito Santo

Pesquisa-utiliza-biocarvao-de-casca-de-laranjeira-e-eucalipto-para-filtrar-esgoto

Pesquisa utiliza biocarvão de casca de laranjeira e eucalipto para filtrar esgoto

roberto-kautsky-1

Roberto Anselmo Kautsky: o botânico capixaba que revelou ao mundo a beleza das orquídeas do Espírito Santo

Programa-Saude-na-Escola-leva-conscientizacao-e-cuidados-a-criancas-e-adolescentes-em-todo-Estado

Programa Saúde na Escola leva conscientização e cuidados a crianças e adolescentes em todo Estado

Recorde-nas-exportacoes-do-agro-capixaba-no-1o-quadrimestre-de-2024

Recorde nas exportações do agro capixaba no 1º quadrimestre de 2024

Mulheres-Positivas-abre-periodo-de-indicacoes-para-premio-voltado-a-empreendedoras-no-Agro

Mulheres Positivas abre período de indicações para prêmio voltado à empreendedoras no Agro

brasil-24-05-ft-Rafa-Neddermeyer-abrigo-chuvas-sul

Pessoas físicas doam R$ 35 mi do IR para fundos do Rio Grande do Sul