Lula acusa Bolsonaro de ter arquitetado ataques golpistas em Brasília

Publicado em 08/02/2023 às 16:43

Compartilhe

Lula-acusa-Bolsonaro-de-ter-arquitetado-ataques-golpistas-em-Brasilia

Foto: Ricardo Stuckert/Palácio do Planalto

Em reunião com congressistas, petista ressaltou que o discurso de ódio acontece pelo menos desde 2018 e disse que aos ataques estavam programados para sua posse

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) acusou o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) de arquitetar os ataques contra os Três Poderes em Brasília no dia 8 de janeiro. A declaração foi dada  em reunião com congressistas no Palácio do Planalto nesta quarta-feira (8).

Segundo Lula, as declarações de ódio proferidas durante os quatro anos de gestão de Bolsonaro inflamaram golpistas a atacarem os prédios públicos. Sem citar o nome do ex-presidente, o petista ressaltou que os discursos golpistas acontecem desde 2018, com o avanço da indústria das fake news nas eleições.

“Hoje, eu não tenho dúvida de que isso foi arquitetado pelo responsável maior de toda a pregação do ódio, de todas as mentiras, indústria de notícias falsas que aconteceu nesse país nos últimos quatro anos”, disse Lula.

“Porque [o discurso] não vem de agora, vem desde as eleições de 2018, quando a gente ainda não tinha tido a experiência da indústria de fake news”, ressaltou.

Os ataques em Brasília completaram um mês nesta quarta-feira. Ao todo, mais de 1,3 mil golpistas foram presos, além do ex-ministro da Justiça Anderson Torres e policiais que atuaram na capital federal no dia da invasão aos prédios públicos. O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, foi afastado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por 90 dias.

Sem apresentar provas, Lula ressaltou que a tentativa de golpe estava marcada para o dia 1º de janeiro, data marcada pela sua posse na presidência da República. Ele ainda respondeu opositores que chamam a esquerda brasileira de ‘badernista’ e disse que as manifestações de sindicalistas sempre foram pacíficas.

“Uma tentativa de golpe que possivelmente poderia ter sido organizada para o dia 1º e que não foi por causa da quantidade de gente em Brasília, mas que eles tomaram a decisão de fazer aquele vandalismo que nenhum de nós estávamos habituados a ver no Brasil”, afirmou o petista.

“Nós não tivemos nunca a intenção de invadir o Congresso Nacional, a Suprema Corte ou o Palácio do Planalto. A gente vinha aqui, fazia nosso protesto, dizia o que a gente queira e voltava para casa”, concluiu.

Reunião com congressistas

Lula participou de uma reunião com 16 partidos que compõem a base governista no Congresso Nacional. Além do petista, o encontro contou a participação de ministros e do vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB).

No encontro, Lula pregou a necessidade de união entre o Planalto e o Congresso para defender os interesses da população. O petista ainda pediu ajuda dos parlamentares para formar maioria na Câmara e no Senado.

Fonte: Portal iG

Veja também

saude-16-04-ft-div-gov-es

Ciatox realiza mais de 10 mil atendimentos em um ano no Espírito Santo

geral-16-04-ft-gv-es

Escola de Cachoeiro de Itapemirim inicia projetos com robótica educacional

brasil-16-04-freepik

Professores universitários estão mobilizados no Rio para definir greve

geral-16-04-pmmf

Pavimentação de estradas avança em Marechal Floriano

geral-16-04-freepik-2

Começou o prazo para solicitar isenção da taxa de inscrição do Enem

geral-16-04-freepik

Participantes do programa Pé-de-Meia têm direito à isenção no Enem

geral-15-04-ft-div-gov-es-1

Regional de Domingos Martins abre Jogos Escolares do Espírito Santo

WhatsApp-Image-2024-01-24-at-13.56.47-2

Todos somos seres humanos