Lua cheia pode afetar o comportamento dos animais de estimação; entenda como

Publicado em 22/11/2021 às 06:50

Compartilhe

106095


source
Os animais passam por mudanças de humor e comportamento em tempos de Lua cheia, embora não exista comprovação cientifica para isso
Yan Laurichesse/Unsplash

Os animais passam por mudanças de humor e comportamento em tempos de Lua cheia, embora não exista comprovação cientifica para isso

A Lua afeta o planeta diariamente devido a uma atração magnética muito forte. Essa força afeta os grandes corpos d’água, alterando a direção das correntes oceânicas e o nível das marés, que atingem o pico em períodos de Lua cheia

As fases lunares também interferem nos seres vivos. A Lua cheia, por exemplo, torna o ambiente mais claro e interfere diretamente no comportamento de sobrevivência de muitos animais, ao mesmo tempo que a maior visibilidade ajuda os predadores, as presas tendem a se esconder mais neste período.

Muito se fala sobre a Lua em questões astrológicas ( falando de signos ), mas o satélite natural da Terra pode causar um efeito ainda maior em animais domésticos e até mesmo em seres humanos. Diversos estudos apontam que, em fases de Lua cheia, as pessoas tendem a ser mais violentas, aumentando consideravelmente o número de ocorrências em hospitais e presídios.

Nos animais de estimação, curiosamente, segundo uma pesquisa realizada pela Universidade de Colorado, há indícios de que o número de atendimentos de emergência em hospitais veterinários aumenta em cerca de 23% para gatos e 28% para cachorros, entre as causas relacionadas estão problemas relacionados a mordidas, convulsões, paradas cardíacas, entre outros.

Leia Também

(Continue a leitura logo abaixo)

Leia Também

Os animais aproveitam a maior visibilidade das noites de Lua cheia
Maikab/iStock

Os animais aproveitam a maior visibilidade das noites de Lua cheia

Muitos tutores relatam que os pets têm uma nítida mudança de comportamento, em alguns casos, atingindo traços de personalidade opostos ao comum – cães mais calmos ficam agitados e cães agitados aparentam mais cansaço ou se tornam hiperativos. Alguns tutores de gatos também relatam que os pets ficam mais enérgicos  e parecem correr desorientados pela casa neste período.

Alguns funcionários de creches para cachorros  afirmam que os animais se tornam mais agitados, irritados e até agressivos, o que aumenta ainda mais a destruição de objetos – e de mordidas – nesta fase lunar. Outros relatos apontam também que os pets procuram um local diferente da casa para dormir e alguns cães, como ancestrais de lobos,  passam a uivar inexplicavelmente durante os três dias de Lua cheia.

As pessoas tendem a aproveitar as noites mais claras de Lua cheia para realizar atividades com os animais de estimação
tirc83/iStocl

As pessoas tendem a aproveitar as noites mais claras de Lua cheia para realizar atividades com os animais de estimação

Não existe uma comprovação científica quanto a essa relação direta da Lua e o comportamento dos animais, especialmente quanto o grande aumento de casos em clínicas veterinárias. Algumas teorias apontam que, por serem noites mais claras, muitos tutores aproveitam para fazer atividades noturnas ao ar livre com os pets, o que pode aumentar o número de acidentes. Assim como animais – principalmente gatos – que têm acesso ao exterior começam a sair mais pela noite e assim correm mais risco de sofrer acidentes e até de gravidez.

Fonte: IG PET

Veja também

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes

107939

Subida dos juros deve provocar desaceleração na economia, diz Guedes

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ministério oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil

107935

Em relatório preliminar, deputado destina R$ 16,2 bilhões para orçamento secreto

107933

Nova proposta de reforma trabalhista quer proibir motoristas de app na CLT

107931

Pais de autor de massacre em escola de Michigan são presos

107929

Biden e Putin farão reunião sobre tensões na Ucrânia

© Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Brasileiros devem redobrar cuidados no verão contra câncer de pele