Lewis Hamilton recebe título de cavaleiro

Publicado em 15/12/2021 às 19:50

Compartilhe

© Andrew Matthews/Pool via Reuters/Direitos Reservados


Lewis Hamilton, sete vezes campeão da Fórmula 1, recebeu o título de cavaleiro pelos serviços prestados ao automobilismo nesta quarta-feira (15), dias após perder a chance de conquistar um oitavo título após uma última volta tensa no Grande Prêmio de Abu Dhabi.

Hamilton detém o recorde de mais vitórias em corridas, com 103, enquanto está empatado com o alemão Michael Schumacher em número de títulos mundiais da categoria.

O britânico de 36 anos foi condecorado cavaleiro pelo príncipe britânico Charles durante uma cerimônia no Castelo de Windsor, na Inglaterra.

Hamilton é o quarto piloto de F1 a ser nomeado cavaleiro após o falecido australiano Jack Brabham, Stirling Moss e o tricampeão Jackie Stewart, e o único a receber o prêmio enquanto ainda pilotava.

Outros esportistas ativos que receberam o título de cavaleiro são o vencedor da Volta da França Bradley Wiggins, o medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de 5 e 10 mil metros Mo Farah, o duas vezes campeão de Wimbledon Andy Murray e o jogador de críquete da Inglaterra Alastair Cook.

Hamilton perdeu o título de 2021 para Max Verstappen, piloto da Red Bull, no último domingo (12). Os dois estavam empatados em pontos antes da corrida final em Abu Dhabi, onde o holandês ultrapassou Hamilton na última volta e conquistou o primeiro título de sua carreira.

Veja também

© Rovena Rosa/Agência Brasil

Saúde: 53 milhões de brasileiros estão aptos a tomar dose de reforço

114688

Conta de luz terá bandeira verde em fevereiro para os mais pobres

© Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil

Recursos para programas sociais triplicaram, diz ministro da Cidadania

© Tânia Rêgo/Agência Brasil

Covid-19: Brasil bate 25 milhões de casos de infectados

114682

Governo pagará bolsas a jovens e desempregados acima de 50 anos

114680

Petrobras e “Odebretch” desistem de oferta e ação da Braskem sobe 10%

114678

Aprenda a fugir de golpes em 5 passos

© Rovena Rosa/Agência Brasil

Anvisa alerta sobre diferença de vacinas pediátricas contra a covid-19