Leilão da BR-262: uma novela que está virando uma lenda

Publicado em 20/02/2022 às 17:15

Compartilhe

leilao-da-br-262

Texto e Foto: Julio Huber

Já caiu no descrédito a duplicação da BR-262, que liga o Espírito Santo a Minas Gerais. O mais recente capítulo dessa novela que se arrasta há cerca de 20 anos foi cancelado, pela terceira vez consecutiva, através do edital de concessão da rodovia, que também integrava o trecho mineiro e a BR-381, conhecida como a Rodovia da Morte, em Minas Gerais, e que ocorreria em fevereiro.

De acordo com um comunicado do Ministério da Infraestrutura, o processo licitatório foi suspenso e “será remodelado para garantir investimentos robustos, com tarifas justas e com mecanismos modernos que contemplem todas as obras do trecho”. A decisão foi votada em reunião extraordinária, com os membros da Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Ainda sem uma previsão para o lançamento do novo edital, o Ministério informou que “o modelo será aprimorado e adaptado nos próximos meses, a exemplo do que ocorreu anteriormente, quando foram adicionados mecanismos para mitigação de riscos”.

Do ponto de vista técnico, o Ministério da Infraestrutura afirmou que o projeto de concessão da rodovia exige investimentos robustos que solucionem lacunas consideráveis no passivo de infraestrutura. “Os técnicos do Ministério da Infraestrutura seguem debruçados no estudo para garantir um leilão bem-sucedido e compatível com o ativo. O Governo Federal trabalha também para que as tarifas praticadas pela futura concessionária sejam justas para todos os setores, em especial os usuários das rodovias”, informou.

De acordo com uma reportagem do jornal Valor Econômico, a pasta teria detectado que nenhuma empresa apresentaria proposta. “Quatro grupos vinham estudando a concessão: o fundo Pátria, a CCR e as espanholas Acciona e Sacyr. Porém, eles sinalizaram nos últimos dias ao governo que a conta não fechava, além de considerarem uma série de riscos em assumir a rodovia. O rompimento de um maciço em plena BR-381 no município de Nova Era (MG), em meio às fortes chuvas de janeiro e causando o ‘estouro’ do asfalto, gerou imagens impactantes e lembrou os investidores dos riscos geológicos envolvidos no projeto”, destacou a reportagem.

O edital prevê a concessão de 670 quilômetros de extensão, que juntava a BR-381 e a BR-262. Eram previstos R$ 7,3 bilhões em investimentos. Entre as principais exigências estavam 402 quilômetros de duplicação, 228 quilômetros de faixas adicionais, 125 correções de traçado e 40 passarelas.

Veja também

Acidente em DM (1)

Motorista com sinais de embriaguez é detido após causar acidente em Domingos Martins

treinamento-de-lutas-para-campeonato-nacional

Treinamentos das lutas de taekwondo aumentam em Marechal Floriano com a aproximação da competição nacional

crimes-ambientais-em-afonso-claudio

Polícia Ambiental identifica crimes ambientais em Afonso Cláudio após denúncias

clima-no-ES

Espírito Santo deverá ter frio intenso na próxima semana devido à massa de ar de origem polar

loteamento-inapropriado

Operação interdita loteamentos irregulares e identifica desmatamento em Domingos Martins

projeto-solidario-para-fazer-as-pessoas-felizes

Escola de São Miguel faz muitas pessoas felizes com projeto solidário

vacinacao-de-gripe-e-saranpo

Sesa alerta para baixa adesão às campanhas de vacinação contra Gripe e Sarampo

grupo-de-danca-e-musico-animam-feira-do-empreendedor-1

Grupo de danças e músico e animam a Feira do Empreendedor em Marechal Floriano