Lançada campanha para evitar incêndios no campo em período de estiagem em quatro Estados

Publicado em 07/07/2023 às 09:14

Compartilhe

incendio

Foto: Freepik

A Copersucar e as suas usinas associadas, distribuídas em quatro estados (SP, MG, PR e GO), lançaram, neste mês, mais uma edição da Fogo Zero, campanha de conscientização no combate a incêndios no campo. O trabalho busca cuidar de áreas produtivas de cana-de-açúcar e de vegetação nativa que abrangem uma área de aproximadamente 11 mil quilômetros quadrados, incluindo a preservação de recursos hídricos, da qualidade do ar, da biodiversidade e das comunidades onde atuam.

De acordo com Dalbi Arruda, diretor de sustentabilidade, pessoas e comunicação da Copersucar, o objetivo é orientar a população sobre as atitudes para evitar que surjam focos de incêndio, denunciar queimadas criminosas e informar sobre os procedimentos no caso de ocorrência. “É um trabalho amplo que vai desde os milhares de colaboradores das usinas, passando pelo importante apoio das secretarias estaduais, até chegar à sociedade local, mostrando a força da comunicação e a importância de unir esforços neste combate”.

Incêndios podem acontecer em qualquer época do ano, mas principalmente entre junho e outubro, meses que normalmente apresentam clima seco, pouca chuva, ventos fortes e altas temperaturas, características que potencializam o surgimento deste tipo de ocorrência. Normalmente, o fogo nas plantações tem início nas áreas de divisa, entre o canavial e vias do entorno (ruas ou rodovias), provocado por ações inadequadas e ilegais como jogar bituca de cigarro no mato, descarte do lixo de forma incorreta, soltura de balões.

Para prevenir e combater os focos de incêndio, as usinas associadas mantêm protocolos, treinamentos, plano de ação, equipes de brigadistas treinadas para lidar com qualquer adversidade desta natureza, caminhões pipa, além de fazer campanhas de conscientização nas cidades onde tem atividades. Vale ressaltar que as unidades produtivas da Copersucar atuam com processos mecanizados nas atividades de colheita, sendo que não consta a prática de queima em seus canaviais.

De acordo com Rafael Frigério, coordenador de fiscalização e biodiversidade da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística do Estado de São Paulo, que participou recentemente de um evento com representantes das 37 usinas associadas da Copersucar, a soma de esforço é essencial para enfrentar o período de estiagem. 

“O fogo é algo sério, que precisa de pessoas qualificadas e aptas para o enfrentamento. Prevenção, preparação e resposta são fundamentais para minimizar as ocorrências e seus impactos. É necessário saber o que fazer antes, durante e no pós-incêndio. Aqui no Estado de São Paulo, já atuamos há mais de uma década na Operação Corta-Fogo, que passa a se chamar Operação São Paulo sem Fogo, sendo que em 2022, apresentamos o menor número de focos de incêndios da série histórica, menos de 1.600 ocorrências no Estado”, explica.

Segundo dados do Instituo Nacional de Pesquisas Espaciais, a fotográfica atual (dados entre 01 de janeiro e 22 de junho de 2023) indica um aumento de 2% nos focos de incêndio no Brasil, na comparação com mesmo período do ano passado, apresentando 20.276 ocorrências detectadas pelo satélite de referência. Já nos estados onde as usinas da Copersucar têm atuação (SP, PR, MG e GO), o número somado de focos de incêndio caiu 12%, de 3287 para 2901 (dados até 22 de junho).

Usinas Sócias Copersucar

  • Grupo Balbo – Unidade Santo Antonio
  • Grupo Balbo – Unidade São Francisco
  • Grupo Balbo – Unidade Uberaba
  • Usina Caçu
  • Usina Cerradão
  • Grupo Cocal – Unidade Paraguaçu Paulista
  • Grupo Cocal – Unidade Narandiba
  • Diana Bioenergia
  • Ferrari Agroindustrial
  • Usina Furlan
  • Grupo Maringá – Usina Jacarezinho
  • Melhoramentos – Unidade Jussara-PR
  • Melhoramentos – Unidade Nova Londrina
  • Melhoramentos – Unidade Vale do Paraná
  • Pedra Agroindustrial – Usina Buriti
  • Pedra Agroindustrial – Usina Ipê
  • Pedra Agroindustrial – Usina da Pedra
  • Usina Pitangueiras
  • Usina Santa Adélia – Unidade Jaboticabal
  • Usina Santa Adélia – Unidade Pereira Barreto
  • Usina Santa Lúcia
  • Usina Santa Maria
  • Usina São José da Estiva
  • Usina São Luiz
  • Usina São Luiz Bioenergia
  • Usina São Manoel
  • Ipiranga Agroindustrial – Unidade Iacanga
  • Ipiranga Agroindustrial – Unidade Descalvado
  • Ipiranga Agroindustrial – Unidade Mococa
  • Ipiranga Agroindustrial – Unidade Passos
  • Umoe Bioenergy
  • Viralcool – Unidade Sertãozinho
  • Viralcool – Unidade Pitangueiras
  • Viralcool – Unidade Castilho
  • Zilor – Unidade Barra Grande
  • Zilor – Unidade Quatá
  • Zilor – Unidade São José

Fonte: GWA

Veja também

policia-29-02-IG-Reproducao-Instagram

Suspeito de desmanchar carro usado no Caso Marielle é preso pela Polícia Federal

saude-29-02-freepik-mulher-gripe

Saiba a diferença entre os sintomas da dengue e da Covid-19

policia-29-02-Marcelo-Camargo-Agencia-Brasil

Polícia Federal prende mais três suspeitos em nova fase da operação Lesa Pátria

policia-29-02-pm-capa

Polícia Militar prende suspeitos de tráfico de drogas e encontra um pé de maconha em Domingos Martins

geral-28-02-alfredo-chaves-estradas

Estradas precárias em Alfredo Chaves dificultam acesso de moradores a serviços básicos

saude-28-02-PMMF-vacinacao

Marechal Floriano inicia vacinação contra a dengue para crianças de 10 e 11 anos

brasil-28-02-ag-brasil-Juca-Varella

Ministério da Educação divulgou a segunda chamada do Prouni

turismo-28-02-PMDM-pascoa

Coelhinho chega neste final de semana para inaugurar a Festa da Páscoa em Domingos Martins