KTO revela quais estados brasileiros têm mais jogadores ativos no cassino online

Publicado em 14/06/2023 às 08:53

Compartilhe

roleta

Foto: Freepik

Um estudo realizado pela KTO – casa de apostas e cassino online – revelou quais estados brasileiros possuem o maior número de jogadores ativos em sua plataforma. Ao analisar os jogos de cassino e a atividade do brasileiro em seu site, essa operadora destacou uma série de dados que ajuda a compreender os estados em que os cassinos são mais procurados.

Para alcançar os resultados de seu estudo, a KTO utilizou uma série de dados da sua plataforma e combinou-os com informações obtidas de mecanismos de buscas visando validar as informações. A pesquisa realizada por esse cassino online foi realizada entre 1º de novembro de 2021 e 16 de novembro de 2022.

Ao longo do estudo da KTO foram analisados dados como:

  • A parcela de usuários;
  • O número de novos usuários;
  • O percentual de sessões;
  • A taxa de rejeição;
  • O número de páginas visitadas;
  • A duração da sessão.

Com isso, além de a KTO conseguir compreender de onde vem a maior parcela de usuários ativos em sua plataforma, esse cassino online trouxe uma série de dados relevantes para entender a penetração de cassinos na internet em estados brasileiros.

Sul e sudeste lideram a lista

Observando-se as 5 regiões do Brasil, as que mais se destacam em termos de presença de jogadores de cassino ativos são a sul e a sudeste. Isso porque, dos 10 estados com maior parcela ativa de usuários ao longo do período do estudo da KTO, 6 deles são dessas regiões.

De acordo com a KTO, as descobertas apresentadas pelo estudo corroboram com uma série de questões regionais. Alguns dados apresentados por esse cassino online como fatores que contribuem para o sucesso de um cassino online nas regiões sul e sudeste são:

  • Demografia: cidades e estados com maior número de habitantes costumam ter uma parcela maior de jogadores ativos;
  • Desenvolvimento econômico: acesso à internet em locais públicos, bem como redes móveis de qualidade são essenciais para uma boa experiência do jogador;
  • Exposição da mídia: programas de publicidade visando a promoção de marcas de cassino costumam ser realizados com mais frequência em grandes capitais.

Ainda com relação ao estudo da KTO, os elementos que tiveram impacto direto no sucesso da plataforma de cassino online ao longo do período estudado foram as campanhas promocionais que resultaram na fidelização à marca, o que resultou em uma maior conversão de visitantes do site.

Estado de São Paulo lidera o ranking

Apesar de já ser aguardado por alguns especialistas, São Paulo confirmou – no estudo da KTO – ser o estado com maior número de jogadores de cassino ativos. Isso porque o estado paulistano teve uma parcela de usuários de 33,99% durante o período estudado pela KTO.

O segundo colocado foi Rio Grande do Sul, com 24,54%. Essa diferença de aproximadamente 10% entre os dois estados confirma que o estado mais populoso brasileiro está muito à frente dos gaúchos em termos de participação de jogadores no cassino online.

Em 3º lugar no ranking de parcela de usuários ativos no cassino da KTO, Minas Gerais aparece com 14,54%, seguida por Paraná com 9,06% e Santa Catarina com 6,58%. Isso revela que, dos 5 primeiros colocados em termos de parcela de usuários, todos são das regiões sul ou sudeste.

Quando são analisados os dados do percentual de sessões, o Rio Grande do Sul ultrapassa São Paulo, com 46,30% para o estado sulista, contra 20,30% para os paulistas. Além disso, o Rio Grande do Sul também lidera na duração da sessão, com aproximadamente 10 minutos, em média, dentro do cassino.

A KTO percebeu também, ao longo do período estudado, um aumento no interesse dos brasileiros em relação aos crash games. Categoria relativamente recente, os jogos instantâneos parecem ter atraído a atenção da maioria dos brasileiros, já que foram responsáveis por aproximadamente 80% do número de jogadores ativos na KTO.

Em 2º lugar, as slots aparecem com aproximadamente 40%, seguida por roleta, game shows e pôquer. Além disso, a KTO encontrou um aumento no interesse dos brasileiros em relação aos crash games, com uma alta vertiginosa no número de jogadores ativos em sua plataforma a partir da metade de 2022.

Mercado estimado em mais de 2 bilhões de dólares

No ano de 2017, estimativas apontaram que o mercado de iGaming – incluindo cassinos e apostas esportivas online – estava estimado em aproximadamente 2 bilhões de dólares. Quando se analisam apenas as apostas esportivas, estima-se que as mais de 450 plataformas que atuam no Brasil poderão faturar R$ 12 bilhões em 2023.

Ou seja, o mercado brasileiro experimenta um crescimento vertiginoso para empresas que querem investir na oferta de apostas esportivas e jogos de cassino online. Para ajudar na compreensão do grau de maturidade desse mercado, o estudo realizado pela KTO é de extrema importância.

Por ser um dos países que caminha lentamente para a regulamentação das apostas esportivas e legalização dos jogos de azar em cassinos de verdade, o Brasil ainda tem muito que avançar e esse momento é um dos mais importantes para provedores que desejam adentrar no mercado brasileiro.

Para o jogador brasileiro, o momento é de aproveitar e comparar as diversas plataformas disponíveis, aproveitando suas vantagens e diferenciais com o objetivo de fazer parte dessa tendência que não parece ter prazo para acabar.

Veja também

Drymoluber-brazili_ThiagoMarcial-capa-2

Espécies raras de cobras são redescobertas no Espírito Santo depois de décadas

agro-04-03-incaper

Incaper e parceiros vão promover eventos para valorização e empoderamento da mulher rural

capa-coluna-vida-saudavel

Epidemia de obesidade afeta mais de 62,6% das mulheres no Brasil

mundo-04-03-Divulgacao-UNRWA

Israel aceita acordo de cessar-fogo por seis semanas, diz EUA

policia-04-03-Ayrton-Freire-Inter-TV-Cabugi

Fugitivos de Mossoró invadem galpão de fazenda e polícia faz cerco

dengue-ms

Espírito Santo recebe lançamento de campanha nacional contra a dengue

cafe-conefora

Café canéfora tem zoneamento de risco climático atualizado

agropecuaria

Crescimento da economia brasileira é impulsionado pela alta de 15% da agropecuária em 2023