Justiça manda afastar deputada por ligação com a milícia do Rio de Janeiro

Publicado em 18/12/2023 às 10:00

Compartilhe

ALERJ-18-12

A deputada estadual Lúcia Helena Pinto de Barros, a Lucinha (PSD), foi afastada do cargo por determinação do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. A parlamentar também é alvo de buscas da Operação Batismo, deflagrada pela Polícia Federal (PF) nesta segunda-feira (18).

Segundo as investigações, a deputada tem envolvimento com o político da milícia de Luis Antônio da Silva Braga, o Zinho, que tem forte influência na região de Campo Grande e Santa Cruz, na Zona Oeste.

As apurações revelam que Lucinha é chamada de “madrinha” pelos paramilitares de Zinho, que segue foragido.

Lucinha também está proibida de frequentar a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Além disso, sua funcionária, Ariane de Afonso Lima, também é alvo de buscas.

Foram expedidos oito mandados de busca e apreensão contra a deputada. O gabinete de Lucinha na Alerj, no Centro do Rio, e a casa dela em Campo Grande, são alguns dos endereços.

Lucinha é suspeita de interferir na segurança pública do Rio para a soltar milicianos presos em flagrante; beneficiar o transporte público de vans sob comando da milícia; tentar mudar o comando do batalhão da PM em Santa Cruz, área comandada por Zinho; vazar informações sobre operações policiais.

Fonte: Portal IG/ Foto: ALERJ

Veja também

cultura-18-04-ft-div-gov-es

Festival Santa Teresa Gourmet completa dez anos conectando público com gastronomia, música e cultura

geral-18-04-ft-negocio-rural

Fim de semana gelado em Vitória e mais 7 capitais brasileiras

brasil-18-04-ft-flipar

Mulher que levou idoso morto a banco passa por audiência de custódia

geral-18-04-freepik-dinheiro

Senado aprova isenção de IR para quem ganha até dois salários mínimos

turismo-18-04-ft-div-setur

Rota dos Sabores mostra a diversidade gastronômica do Espírito Santo

arte-e-cronica

Crônica: Quais suas prioridades?

policia-17-04-ft-policia-amb

Polícia Ambiental flagra atividades de terraplanagem sem licença ambiental na Região Serrana

brasil-17-04-ft-div-portal-ig

Ministério Publico apura se o PCC está infiltrado na saúde pública de São Paulo