Jogos Universitários chegam ao final em Brasília

Publicado em 17/10/2021 às 19:20

Compartilhe

© Raissa Fraga/CBDU/Direitos Reservados


A 68ª edição dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) terminou na noite deste domingo (17), em Brasília. As disputas envolveram, durante 8 dias, estudantes de 400 instituições que são esportistas tradicionais, eletrônicos e adaptados de 26 modalidades diferentes. A próxima edição será em 2022, e sete cidades disputam o direito de sediar a competição: Aracaju, Vitória, Joinville, Goiânia, Rio Verde, Gramado e Santa Maria.

“Ao longo do processo, apenas um município de Goiás e do Rio Grande do Sul será indicado. Depois, vamos visitar cada um dos locais para conhecer as instalações e as condições técnicas de cada uma delas. Prefeitos e secretários municipais, inclusive, já estiveram aqui defendendo suas candidaturas”, explicou o presidente da Confederação Brasileira do Desporto Universitário, Luciano Cabral, creditando a disputa pelo evento não só ao impacto econômico gerado na economia local. “Isto reflete o sucesso dos JUBs. Esta edição foi especial, pois ainda não saímos definitivamente de uma pandemia mundial. Tomamos todas as providências e buscamos todos os meios para garantir a segurança de todos, com testes, exigência do cartão de vacinação. Percebemos e sentimos que foi uma das maiores e melhores edições dos jogos”, afirmou.

Já a secretária de Esporte e Lazer do Distrito Federal, Giselle Ferreira, destacou a luta e o trabalho de muitos meses para oferecer a melhor estrutura aos competidores: “O esporte sofreu muito com a pandemia. Ele é transformação social e saúde, e queremos colocar Brasília na rota dos grandes eventos esportivos”. Segundo cálculos da Secretaria de Turismo do DF, os Jubs movimentaram mais der R$ 12 milhões dentro da cadeia econômica local.

Somados atletas, árbitros, técnicos, voluntários e organizadores, cerca de 4,5 mil pessoas participaram do evento. Duas mil medalhas foram distribuídas aos jovens, que, em sua maioria, não pretendem se tornar competidores de alto rendimento, mas conciliar educação e esporte ao longo da vida.

Os participantes também puderam ver estrelas como Daiane dos Santos, Fabi, Maurício, Fofão, Emanuel, além de destaques dos e-sports como Ana Xisdê e Pimpimenta.

Edição: Fábio Lisboa

Veja também

© Marcos Oliveira/Agência Senado

Senado aprova novas regras para emendas de relator

© Reuteres/Sergio Moraes/Direitos reservados

Comitê recomenda que réveillon no Rio de Janeiro seja mantido

© Bruno Corsino/ACG/Direitos Reservados

Atlético-GO derrota Bahia e se afasta do Z4 do Brasileiro

© Geovana Albuquerque/Agência Saúde DF

SP usará vacina da Pfizer como segunda dose em quem recebeu a Janssen

© Rovena Rosa/Agência Brasil

Covid-19: Brasil tem 22 milhões de casos e 614,3 mil mortes

© Guilherme Mansueto/Magnus Futsal/Direitos Reservados

LNF: Magnus supera Foz Cataratas e vai à final pelo 3º ano seguido

Café em Itarana

Polícia Militar recupera carga de café roubada em Itarana

© Marina Ramos/Câmara dos Deputados

Câmara aprova medidas de transparência e teto para orçamento secreto