INSS vai zerar fila em 2022? Presidente promete que sim

Publicado em 24/12/2021 às 07:20

Compartilhe

110343


source
INSS vai zerar fila em 2022?
Reprodução: iG Minas Gerais

INSS vai zerar fila em 2022?

Desde o início de novembro, o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) está sob nova direção. O atual mandatário da Previdência Social, José Carlos Oliveira, já chegou com o pé na porta prometendo  zerar a fila até julho de 2022.

Dados de dezembro do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP) indicam que o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) conta com uma fila de 1.838.459 pedidos de benefícios que aguardam uma resposta. Isso significa que, para cumprir a promessa de Oliveira, o INSS precisa realizar mais de 262 mil acordos por mês. 

A promessa é antiga. O antecessor, Leonardo Rolim, foi destituído do cargo por não cumprir o anúncio de zerar a fila. A fila chegou a 2,3 milhões sob a gestão de Rolim no fim de 2019. Diversas tentativas de acabar com o estoque em atraso falharam. Ele chegou até a contratar militares, mas não adiantou. 

BPC

Outra parte do plano vida acelerar a concessão do BPC (Benefício de Prestação Continuada) destinado a idosos de baixa renda e pessoas com deficiência, por meio de análises inteligentes de critérios de renda. O plano é que a confirmação do perfil social também seja feita remotamente.

Atualmente o BPC represente 500 mil pedidos da fila de 1,8 milhão de solicitações.

O prazo para dar o resultado dos pedidos é de 45 dias. Do total, cerca de 900 mil estão dentro desse prazo e a outra metade está com atraso. Portanto, zerar a fila significa ter 900 mil pedidos a serem analisados no prazo.

Divergência nos dados

Enquanto o IBDP diz que a fila pode ser ainda maior, por se tratarem apenas de benefícios em fase de reconhecimento, ou seja, a última análise antes da concessão, o INSS alega que a fila é menor. 

Segundo a Previdência, mensalmente chegam 800 mil novos pedidos, dos quais cerca de 700 mil são atendidos.

Leia Também

Nos dados do IBDP, em abril, eram 1.833.815 na espera e, em julho, 1.844.820. Além disso, houve aumento se comparado com 2020, quando havia cerca de 1,5 milhão de pedidos na fila.

Calendário do ano que vem já saiu

Se você está entre os que já teve o benefício autorizado, o INSS já divulgou as datas de pagamento de 2022. Ao todo são mais de 36 milhões de beneficiários no país.

O pagamento é divido entre quem ganha o salário mínimo (R$ 1.100, em 2021), estes recebem primeiro, e quem tem renda acima do piso previdenciário, que recebem em seguida.  Confira o calendário.

Valores serão maiores em 2022

O Congresso Nacional aprovou o Orçamento brasileiro para 2022. Agora, o PLN 19/2021 segue para sanção presidencial com as modificações aprovadas por deputados federais e senadores. O salário mínimo previsto para vigorar a partir de 1º de janeiro de 2022 é de R$ 1.210.

Com isso, o teto do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social), que é o valor máximo pago aos segurados, hoje em R$ 6.433,57, alcança R$ 7.076,93.

Apesar de não ter ganho real, o salário mínimo preciso ser reajustado pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) que deve atingir 10% em 2021, segundo a última estimativa do governo federal.  Veja quanto você vai receber a mais em 2022 .


Veja também

© Rovena Rosa/Agência Brasil

Saúde: 53 milhões de brasileiros estão aptos a tomar dose de reforço

114688

Conta de luz terá bandeira verde em fevereiro para os mais pobres

© Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil

Recursos para programas sociais triplicaram, diz ministro da Cidadania

© Tânia Rêgo/Agência Brasil

Covid-19: Brasil bate 25 milhões de casos de infectados

114682

Governo pagará bolsas a jovens e desempregados acima de 50 anos

114680

Petrobras e “Odebretch” desistem de oferta e ação da Braskem sobe 10%

114678

Aprenda a fugir de golpes em 5 passos

© Rovena Rosa/Agência Brasil

Anvisa alerta sobre diferença de vacinas pediátricas contra a covid-19