Descomplicando seus direitos

Humanização das relações no ambiente de trabalho

Publicado em 30/07/2021 às 16:09

Compartilhe

Colunas-Montanhas2_seus-direitos

Bem-vindos à nossa coluna “Descomplicando Seus Direitos”! Sou Aline Benevitz da Hora Mariano, advogada, apaixonada pelo Direito do Trabalho e uma estudiosa na humanização das relações. Este será o nosso ponto de encontro.

Estarei com vocês quinzenalmente, tecendo comentários na área trabalhista e empresarial, trazendo orientações que objetivam ajudar o pequeno, médio e grande empresário na construção e/ou manutenção de seu negócio – uma vez que, ao cuidarmos de empresas, estaremos, consequentemente, cuidando de famílias.  

Estamos passando por dias difíceis. Eu não poderia deixar de citar a pandemia da Covid-19 que, associada a tantos outros motivos, tem impulsionado o expressivo número de fechamento de empresas. Esse foi o grande estopim que me despertou para que eu me dedicasse a isso: ajudar empresários e funcionários de nossa região. Lembro, também, que devemos fazer deste período ruim uma escola para alcançar nossos objetivos, ou seja, tiramos deste cenário, com certeza, muitas lições.

Vamos iniciar falando um pouco da humanização das relações no ambiente de trabalho. Já notou que tudo se resume a pessoas? É impossível falar de negócios, direitos e deveres do empresário ou do funcionário sem lembrar que, por trás de tudo isso, são pessoas que, ao fim e ao cabo, farão ou não algo em prol de outras pessoas.

Nesse sentido, ao abordarmos essa humanização das relações empresariais – que são estruturadas numa relação trilateral entre empresário, funcionário e cliente, com objetivos distintos para cada um -, devemos trazer o fato de que o ponto de convergência desse trio é, sem dúvida, a busca por satisfação – pessoal ou profissional. 

Mas, afinal, o que é essa tal humanização nas empresas? Segundo a visão de Sylvia Constant Vergara e Paulo Durval Branco, especialistas em administração, uma empresa humanizada agrega valores que ultrapassam a esfera da maximização do retorno para os acionistas, isto é, trata-se da organização que está voltada para seus funcionários e/ou ambiente. Nessa perspectiva, o  empresário busca medidas que elevem a satisfação e a felicidade no trabalho, contribuindo para ambientes colaborativos e harmônicos.

Essa ideia parte da premissa de que o capital humano é o recurso mais precioso de qualquer companhia. Então, investir na motivação dos trabalhadores agrega benefícios para investidores, líderes, clientes e para os próprios contratados. Ao contrário do que muitos pensavam, estudos mostram que, nas empresas em que há preocupação com seus empregados, ocorre um aumento de rendimento e de produtividade desses colaboradores, resultando, assim, em uma elevação nos lucros da organização.

Saber lidar com pessoas e fazer do ambiente de trabalho um lugar prazeroso é, portanto, a minha primeira orientação. Isso resultará, certamente, em grandes benefícios para o seu empreendimento. Deixo aqui as palavras de Beatriz Renck, desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-RS), no intuito de endossar o valor do capital humano no ambiente organizacional:

“Visto que o trabalho humano ainda é o grande motor da economia, apesar das mudanças que houveram para a era digital, e, para além disso, é fator de garantia de sobrevivência e dignidade, por isso, merecedor de proteção, incentivo e colaboração para que os negócios se mantenham”.

Dra. Aline Benevitz

Advogada – OAB/ES 32.546

Telefone: (27) 9.9895-7806

Email: [email protected]

Instagram: @benevitzmariano

Veja também

© Samara Miranda/Remo/Direitos Reservados

Com gol contra, Remo vence Avaí em confronto de Leões pela Série B

© Reuters/Denis Balibouse/ Direitos Reservados

Brasil recebe mais dois lotes de vacinas da Pfizer

© Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

CCJ da Câmara aprova admissibilidade da PEC dos Precatórios

© Gaspar Nóbrega/COB/Direitos Reservados

Brasil vence Argentina no Sul-Americano de vôlei feminino

© Bruno Haddad/Cruzeiro/Direitos reservados

Série B: VAR anula gol nos acréscimos e Cruzeiro empata com Operário

© Rafael Ribeiro/Vasco/Direitos Reservados

CRB arranca empate com o Vasco na 24ª rodada da Série B

© Marcello Casal jr/Agência Brasil

Decreto aumenta alíquotas do IOF para custear novo Bolsa Família

© Rovena Rosa/Agência Brasil

CoronaVac dá proteção acima de 90% a quem tem comorbidades, diz estudo

Últimos artigos de Descomplicando seus direitos