Hospital Roberto Silvares realiza neurocirurgia inédita no norte do Estado

Publicado em 27/12/2023 às 14:06

Compartilhe

sesa-27-12

O Hospital Estadual Dr. Roberto Arnizaut Silvares (HRAS) realizou, na última quinta-feira (21), pela primeira vez, uma cirurgia neurológica da coluna vertebral com monitoração neurofisiológica intra-operatória. De acordo com a equipe de neurologia do HRAS, o paciente deu entrada no pronto-socorro da unidade depois de cair de um telhado, o que resultou em um traumatismo grave da coluna torácica, provocando uma lesão em uma das vértebras e instabilidade grave da coluna. Apesar da gravidade da fratura, a equipe informou que a força e a sensibilidade das pernas do paciente permaneceram após o acidente.

“A realização desse procedimento mostra que os esforços do Sistema Único de Saúde capixaba em ampliar o acesso da população, em regiões para além da Metropolitana, estão acontecendo. Recentemente, o Roberto Silvares recebeu a ampliação de quatro salas do centro cirúrgico, podendo aumentar a sua produção. São investimentos que reforçam o trabalho e a dedicação de toda uma equipe”, destacou o subsecretário de Estado de Atenção à Saúde, Tadeu Marino.

Esse tipo de cirurgia, como explica o coordenador-técnico de neurocirurgia do HRAS, Marcelo Altino de Oliveira, é usada em casos de fraturas instáveis da coluna torácica que necessitam de tratamento cirúrgico para fixação e estabilização. A mobilidade da vértebra fraturada, além de causar dor, pode evoluir para uma lesão da medula espinhal e paraplegia.

Para evitar esses riscos, a cirurgia com monitorização neurofisiológica, realizada pela primeira vez no hospital, avalia em tempo real as funções motoras e sensitivas do córtex cerebral, tronco encefálico, medula espinhal e nervos periféricos, permitindo que o neurocirurgião manipule os sistemas nervosos central e periférico com mais precisão e segurança para o paciente.

A coordenadoria de neurocirurgia do HRAS informou que o procedimento foi realizado sem intercorrências e o paciente recebeu alta no sábado (23). “No primeiro dia de pós-operatório, ele já sentava no leito e andava pela enfermaria do hospital”, relatou Oliveira.

Cirurgia

Para a cirurgia de fixação da coluna vertebral, é montada uma estrutura dentro do corpo do paciente com parafusos de titânio acima e abaixo da vértebra fraturada, junto com um sistema de hastes e bloqueadores.

Devido à anatomia dessa região, esse procedimento é arriscado e com possibilidade de perda das funções neurológicas. Nesse sentido, a utilização da monitoração neurofisiológica intra-operatória em cirurgias neurológicas minimiza estes riscos, ao utilizar vários eletrodos conectados ao paciente. Estes eletrodos registram e enviam informações neurológicas em tempo real para um notebook dentro da sala de cirurgia. Qualquer alteração neural é comunicada ao neurocirurgião, que muda a estratégia cirúrgica.

Além das cirurgias para tratamento de urgência dos pacientes vítimas de traumatismos cranioencefálicos, a equipe de neurocirurgia do HRAS tem realizado cirurgias de alta complexidade como microcirurgias para tumores cerebrais e da base do crânio com aspirador ultrassônico e neuronavegador, biópsias cerebrais guiadas por estereotaxia, cirurgias endoscópicas de crânio, microcirurgias para aneurismas cerebrais e microcirurgias de coluna vertebral com e sem instrumentação, sendo referência no tratamento de várias patologias neurocirúrgicas.

Reforma e construção de centros cirúrgicos

A Secretaria da Saúde (Sesa) concluiu, no final de outubro, a ampliação de quatro salas do centro cirúrgico do HRAS, com a capacidade de realizar mais de 400 cirurgias por mês. Para o próximo ano, está prevista a construção de um novo centro cirúrgico com cinco salas no Roberto Silvares. A estrutura será anexa ao hospital e o investimento previsto para a obra é de R$ 15,9 milhões.

A reforma e ampliação dos centros cirúrgicos do HRAS fazem parte do Plano Estadual de Redução de Filas de Cirurgias Eletivas. Em julho deste ano, a Sesa anunciou investimento de, aproximadamente, R$ 100 milhões, em 31 hospitais do Espírito Santo, sendo 11 hospitais da Rede Estadual de Saúde. Até 15 de dezembro, 120 mil cirurgias eletivas foram realizadas no Estado.

Fonte/ Foto: SESA

Veja também

agro-22-04-freepik-cafe

Prêmio CNA Brasil Artesanal abre inscrições para concurso de cafés especiais torrados

mundo-22-04-vt-Reproducao-AFP

Coreia do Norte dispara mísseis balísticos de curto alcance

mat-paga-22-04-mundo1

Bingo Don Bingote: Revivendo um Clássico com um Toque Moderno

WhatsApp-Image-2024-01-24-at-13.56.47-3

A Inclusão das Pessoas com Deficiência Visual

geral-22-04-ft-divulgacao

Donos de veículos afetados pelas chuvas em Apiacá e Mimoso do Sul não precisarão pagar IPVA e Licenciamento Anual 2024

agro-22-04-ft-favesu

Venda Nova se prepara para a 7ª edição da maior feira de avicultura e suinocultura capixaba FAVESU

brasil-22-04-fi-reprocucao-x

Supremo nega suspensão de multa do TSE a Bolsonaro

mat-paga-22-04-brasil-3

Os melhores serviços para impulsionar o Instagram: minha experiência pessoal