Homem ameaça invadir escola em Domingos Martins e deixa moradores assustados

Publicado em 05/04/2023 às 17:25

Compartilhe

Homem-ameaca-invadir-escola-em-Domingos-Martins-e-deixa-moradores-assustados

Texto: Julio Huber

Moradores de Soído de Cima, localidade distante cerca de cinco quilômetros da sede de Domingos Martins, estão preocupados com ameaças de ataque à Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Soído, feitas por um homem, que está residindo na região há pouco tempo. Moradores contaram que viram o homem, com um facão na mão, falando que iria “invadir a escola e matar”, sem se referir a quem ele iria matar.

Com medo do que possa ocorrer, algumas mães não estão deixando os filhos irem à escola. Uma das mães é Diana de Freitas. Ela contou que toda a comunidade está com muito medo das ameaças feitas pelo homem. Segundo ela, tudo começou na última quarta-feira (29). Moradores já registraram um Boletim de Ocorrência (BO) e já comunicaram o caso ao Ministério Público do Espírito Santo (MPES), pois se trata de um homem com problemas mentais, que já fez tratamentos anteriores.

“Ele passou pela vila de Soído falando que vai atacar a escola. Todos estão apavorados e deixando as casas fechadas. Ele já invadiu uma casa para matar um homem e foi visto gritando, na rua, com um facão na mão, falando que vai atacar a escola. Hoje eu não mandei meu filho para a escola, principalmente depois da notícia de mais um ataque a uma creche, em Santa Catarina”, disse Diana.

Outra mãe que está preocupada com as ameaças é Cristina Schneider. “Eu tenho um filho que estuda na escola, e estamos apreensivos. O risco é também para a creche, que tem muito menos segurança que a escola. O meu medo é que aconteça aqui o que estamos vendo hoje em Santa Catarina. Nunca pensei que poderíamos correr esse risco em nossa comunidade. Esperamos que consigam internar e dar o tratamento adequado para esse homem”, relatou Cristina.

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Domingos Martins informou que equipes do Estratégia de Saúde da Família (ESF) e de Saúde Mental, foram até a casa do homem, durante o dia de ontem (04). Em conversa com o acusado das ameaças, as equipes da Prefeitura identificaram que ele é um paciente que necessita de medicamentos. O filho do homem foi comunicado sobre a situação, e se comprometeu a conversar com o pai, juntamente com equipes médicas, para tentar interná-lo.

Diante da situação de risco à comunidade, uma enfermeira passou a acompanhar o caso e buscar formas de internar o homem para que ele receba o tratamento adequado. “Como enfermeira, eu vi o lado do paciente, mas como mãe, vejo que é uma situação muito preocupante, principalmente diante de tantos ataques a escolas que estamos presenciando no Brasil e no Estado. Falamos com o filho dele, que contou toda a história dele. Esse homem tem vários tipos de transtornos e precisa ser internado urgente”, contou a enfermeira, que não será identificada.

Segundo ela, todas as vezes que as equipes médicas e policiais vão até a casa dele, ele consegue manipular as pessoas, mostrando um comportamento normal. “Conversando com um psiquiatra, ele me explicou que essa atitude faz parte do comportamento psicótico”, informou. Na tarde de hoje (05), o filho dele foi até a casa do pai e conseguiu convencê-lo a ir até o hospital.

A enfermeira disse que equipes do Hospital Estadual de Atenção Clínica (HEAC), de Vitória, já estão à espera do homem para realizar a internação. No final da tarde de hoje, ele estava sendo atendido no hospital de Domingos Martins e, ainda hoje, será levado ao HEAC, onde deverá permanecer internado nos próximos dias. Entretanto, a expectativa de moradores e de equipes de saúde é que a Justiça determine a internação compulsória do homem, para que ele receba os tratamentos adequados.

Polícia Militar intensifica presença na escola

O sargento WIllian Marques, coordenador da Patrulha Rural da Polícia Militar de Domingos Martins e Marechal Floriano, confirmou que foram recebidas denúncias de que o homem estava ameaçando atacar a escola. “Além de usuário de drogas, esse homem tem transtornos mentais”, destacou Marques.

O militar enfatizou que equipes intensificaram a presença na escola, principalmente em horários de saída e entrada dos estudantes. “Nesse caso específico da escola de Soído, após recebermos informações sobre a presença de um cidadão que teria feito ameaças regularmente, passamos a estar ainda mais presentes, protegendo os profissionais da educação, crianças e adolescentes da escola”, enfatizou.

O sargento informou, ainda, que as equipes trabalham de forma preventiva e com visitas tranquilizadoras, que são feitas periodicamente em propriedades rurais e estabelecimentos comerciais, buscamos a proximidade com a população, como também a troca de informações acerca dos acontecimentos relevantes para o serviço.

Tanto a Prefeitura quanto a Polícia Militar pedem que a população denuncie e informe situações como esta, ou se presenciarem o homem ou qualquer outra pessoa fazendo alguma ameaça. As denúncias podem ser feitas por meio dos telefones 190 ou 181.

Veja também

geral-22-02-agencia-Brasil

Receita abre consulta a lote residual do Imposto de Renda

brasi-22-02-defesa-civil-RS

Bolsa Família antecipa pagamento para municípios do Espírito Santo e Rio Grande do Sul

policia-22-02-gov-es-drones

Drones ampliam a segurança nos complexos prisionais do Espírito Santo

brasil-22-02-freepik-estudante

Caixa anuncia concurso com mais de 4 mil vagas para todo o Brasil

geral-22-02-freepik-estudante

Fies Social financia até 100% de encargos para estudantes de famílias do CAD Único

esporte-22-02-gov-es

Paratleta capixaba representa o Brasil em Mundial de natação na Austrália

policia-21-02-pces

Polícia Civil prende em flagrante suspeito de homicídio em Conceição de Castelo

policia-21-02-mf

Bicicleta e moto são furtadas e um micro-ônibus é arrombado em bairro de Marechal Floriano