Grupos da Fames participam do Festival de Inverno de Domingos Martins

Publicado em 06/07/2023 às 10:35

Compartilhe

fames

A Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames) mantém a tradição e confirma o seu apoio ao 28º Festival Internacional de Inverno de Música Erudita e Popular de Domingos Martins, que acontece de 14 a 23 de julho.

São dez dias de intensa programação, voltada ao público e aos músicos interessados em desenvolvem suas técnicas nas oficinas oferecidas pelo evento. Intenso também para uma equipe de professores, servidores e estudantes, que sobem as montanhas para atuarem em diversas frentes durante do evento.

“A experiência do festival pelos estudantes da Fames, com a criação de novas oportunidades, intercâmbios e novas descobertas, é sempre um fator que contribui na formação acadêmica de todos”, explica o diretor da instituição, Fabiano Araújo.

Bolsas para estudantes da Fames

Neste ano, a Fames ofereceu 80 bolsas para seus estudantes participarem das oficinas pedagógicas, incluindo alimentação e alojamento.

O benefício é distribuído de acordo com o Edital de seleção, podendo concorrer os estudantes matriculados nos cursos de Bacharelado e Licenciatura, ou no Curso de Formação Musical (CFM).

Atrações musicais

Durante o festival, cerca de 40 músicos vão se revezar em apresentações nos dois palcos montados para os dez dias de programação.

Conheça as atrações da Fames:

Fames Jazz Band

Criada em 1991, a Fames Jazz Band firmou-se como o primeiro Grupo Oficial da faculdade.

Atualmente é coordenada pelo professor de contrabaixo popular da Fames e regente Maurício Figueiredo e tem por objetivos a popularização do repertório característico de Big Bands, bem como a prática de arranjos e composições, além da formação de plateia e capacitação e profissionalização de músicos em âmbito acadêmico.

No repertório preparado para o festival, arranjos inéditos de obras de compositores como Toninho Horta, Chales Mingus, Tito Puente e outros grandes clássicos do Jazz.

Quinteto Pentágono

Formado por estudantes da Faculdade de Música do Espírito Santo, e o professor do Departamento de Sopros e Percussão, Daniel Lima, o Quinteto Pentágono apresenta um repertório inspirado no Jazz contemporâneo e na MPB instrumental.

No repertório, clássicos mundiais em releituras originais de Pop-Jazz e Rock’n Bossa, além de uma pitada de brasilidade.

Inovação e ousadia, com arranjos e mashup’s de sucessos atuais e do passado são os ingredientes do show do quinteto.

Daria Jazz Trio

De origem russa e radicada no Espírito Santo, Daria Obraztsova é bacharelanda em Música Popular pela Faculdade de Música do Espírito Santo.

Seu trabalho passeia entre ao Jazz e a Bossa Nova, com interpretações em inglês, português e russo, tornando as suas performances recheadas de boas surpresas.

Com inovação e criatividade, Daria vem estabelecendo uma conexão Brasil X Rússia, tendo as obras de Tom Jobim, João Gilberto e outros ícones da Bossa Nova como linha mestra.

Grupo de Percussão da Fames

O Grupo de Percussão da Faculdade de Música do Espírito Santo é um núcleo formado por estudantes e pesquisadores em percussão, liderado pelo professor do Departamento de Sopros e Percussão, Daniel Lima.

Com criatividade e talento, o grupo reúne um repertório inusitado e cheio de elementos percussivos que tornam suas apresentações um espetáculo didático e empolgante.

Quarteto Colibri

Estudantes de música da Fames apaixonados por jazz e música brasileira, o Colibri combina elementos do Jazz, Blues, Funk, Música Latina e, é claro, muita brasilidade.

O grupo tem como principal característica a personalidade inovadora, que explora a potência criativa dos músicos, com improvisos que combinam técnica de alto nível e sonoridades únicas.

Coral de Trombones da Fames

O Coral de Trombones da Faculdade de Música do Espírito Santo é um grupo formado por alunos dos cursos de graduação e do Curso de Formação Musical (CFM) da Fames.

O grupo tem por objetivo proporcionar aos seus participantes a vivência de um repertório variado e próprio do instrumento, além de propiciar o aprimoramento técnico-musical dos mesmos, oferecendo ao público um repertório rico, transitando desde a música erudita até a música popular.

Fonte: Governo ES

Veja também

geral-22-02-agencia-Brasil

Receita abre consulta a lote residual do Imposto de Renda

brasi-22-02-defesa-civil-RS

Bolsa Família antecipa pagamento para municípios do Espírito Santo e Rio Grande do Sul

policia-22-02-gov-es-drones

Drones ampliam a segurança nos complexos prisionais do Espírito Santo

brasil-22-02-freepik-estudante

Caixa anuncia concurso com mais de 4 mil vagas para todo o Brasil

geral-22-02-freepik-estudante

Fies Social financia até 100% de encargos para estudantes de famílias do CAD Único

esporte-22-02-gov-es

Paratleta capixaba representa o Brasil em Mundial de natação na Austrália

policia-21-02-pces

Polícia Civil prende em flagrante suspeito de homicídio em Conceição de Castelo

policia-21-02-mf

Bicicleta e moto são furtadas e um micro-ônibus é arrombado em bairro de Marechal Floriano