Governo inicia elaboração do novo Plano Estratégico de Desenvolvimento da Agricultura Capixaba

Publicado em 11/05/2023 às 08:42

Compartilhe

Governo-inicia-elaboracao-do-novo-Plano-Estrategico-de-Desenvolvimento-da-Agricultura-Capixaba

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), anunciou, nesta quarta-feira (10), o início da elaboração do Plano Estratégico de Desenvolvimento da Agricultura Capixaba (PEDEAG 4 – 2023/2032). O intuito é planejar ações e iniciativas que buscam alavancar o setor com políticas que promovam o desenvolvimento sustentável e tecnológico da agropecuária capixaba.

A solenidade aconteceu no Palácio Anchieta, em Vitória, com a presença do governador em exercício e secretário de Estado de Desenvolvimento, Ricardo Ferraço, autoridades e de representantes das diversas cadeias produtivas do setor no Espírito Santo.

Em sua fala, Ferraço lembrou que o PIB do agronegócio capixaba cresceu quase o dobro da média nacional nos últimos 20 anos. “Isso se deve em muito ao planejamento feito pela PEDEAG, elaborado pela primeira vez em 2003. O Espírito Santo tem mais de 130 mil propriedades rurais, sendo a maior parte formada de pequenas propriedades rurais, mas que são grandes produtores que agregam inovação, tecnologia, sustentabilidade e qualidade”, pontuou.

O governador em exercício prosseguiu: “Nós precisamos organizar o futuro que queremos, por isso temos que planejar. Isso é fundamental para a agricultura capixaba pela sua importância econômica e, sobretudo, pelo que o setor representa em questão de estabilidade social. Queremos trazer para este debate toda a sociedade: as entidades, cooperativas, federações para que juntos possamos planejar o futuro da agricultura capixaba”.

Ferraço lembrou ainda sobre os desafios do futuro para o setor. “A pergunta que fazemos é a seguinte. A agricultura que nos trouxe até aqui é capaz de nos levar à agricultura que precisamos construir à luz das conjunturas globais e dos desafios impostos pelo mercado? Esse é um debate importante, democrático e queremos ouvir a todos para continuar sendo essa força motriz do desenvolvimento do Espírito Santo”, completou.

Durante o evento, o secretário de Estado da Agricultura, Enio Bergoli, pontuou as principais estratégias para o desenvolvimento das diretrizes para os próximos anos. Já o economista Orlando Caliman, do Instituto Futura, discorreu sobre a metodologia para a construção do PEDEAG 4.

“Vamos dialogar com as diversas cadeias produtivas da agropecuária capixaba com os objetivos de planejar e fomentar ações específicas e estabelecer as prioridades para os próximos anos, com o intuito de gerar os melhores resultados de produtividade, tendo como tema central a inovabilidade, ou seja, a sustentabilidade nos processos e a inovação e tecnologia caminhando juntas nas ações que serão estabelecidas”, disse Bergoli.

O PEDEAG é um Plano de Estado e tem como objetivo ser um referencial para o desenvolvimento das principais cadeias produtivas da agricultura, pesca e pecuária do Espírito Santo, de modo a integrar programas, projetos e ações entre os setores público, privado e não governamental.

Para o desenvolvimento do PEDEAG 4 – 2023/2032, coordenado pela Seag, serão realizados seminários temáticos para discussão com o público, visando estabelecer as metas e as prioridades para a Gestão do Governo do Estado 2023-2026, incorporando temas transversais contemporâneos, como a sustentabilidade, ESG (do inglês, sustentabilidade ambiental, social e de governança corporativa), descarbonização, para o Horizonte de Planejamento – 2023/2032. Será disponibilizado ainda um ambiente virtual para contribuições via internet.

A metodologia proposta para a sua construção está dividida em três etapas: investigação de cenário, definição de estratégia e estruturação do ambiente. A previsão é de que o relatório final do PEDEAG 4 seja apresentado em seis meses.

Histórico

O primeiro PEDEAG foi elaborado em 2003, a partir de uma iniciativa pioneira na história recente da agricultura capixaba. Logo, o PEDEAG se transformou na principal ferramenta de planejamento do setor agrícola do Estado. Em 2008, a Seag elaborou o Novo PEDEAG, mantendo as linhas e diretrizes da primeira versão, mas aprofundando a visão estratégica por culturas e regiões do Estado.

O PEDEAG 3 reuniu os avanços obtidos nos últimos anos, alinhados com a análise de temas transversais, tais como capital humano, sustentabilidade, tecnologia e capacidade de inovação, organização da produção, logística e comercialização, entre outras. Partiu-se da análise de cenários e da elaboração de diagnósticos, identificando oportunidades e desafios, estabelecendo objetivos e metas e definindo programas e iniciativas.

O Espírito Santo é o único estado do País que tem três ciclos de planejamento estratégico projetando o futuro. Este processo tem ajudado muito para fazer com que a agricultura entre no rumo certo e esteja conectada com as demandas dos setores do agro e da alimentação no Brasil e no mundo. E, atualmente, começa a ser construído o quarto ciclo de planejamento integrado entre os setores público, privado e não governamental.

Fonte: Governo ES

Veja também

policia-21-02-pces

Polícia Civil prende em flagrante suspeito de homicídio em Conceição de Castelo

policia-21-02-mf

Bicicleta e moto são furtadas e um micro-ônibus é arrombado em bairro de Marechal Floriano

geral-21-02-divulg-sala-empreendedor

Novos serviços da Receita Federal são implementados na Sala do Empreendedor de Marechal Floriano

turismo-21-02-setur

Setur debate avanços no projeto de turismo de cruzeiros no Espírito Santo

saude-21-02-Helio-Filho-Secom

Espírito Santo institui Centro Integrado de Comando e Controle de Arboviroses

mundo-21-02-Thomas-White-UNRWA-via-X

Israel atacou comboio de ajuda alimentícia da ONU em Gaza

mat-paga-21-02-mundo-freepik

A Era de Ouro das Docuseries: Como as séries documentais estão cativando o público em todo o mundo

brasil-21-02-Divulgacao-Prefeitura-do-Rio

Chanceleres do G20 debatem reforma da governança global e crise internacional em encontro no RJ