Governo do Estado reforça vigilância contra a influenza aviária

Publicado em 25/05/2023 às 13:30

Compartilhe

Governo-do-Estado-reforca-vigilancia-contra-a-influenza-aviaria

Estiveram reunidos, nesta quarta-feira (24), em Santa Maria de Jetibá, representantes do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), do Governo do Espírito Santo — por meio da Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag) e do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf) —, da Prefeitura de Santa Maria de Jetibá, além da Associação dos Avicultores do Estado do Espírito Santo (Aves). O objetivo foi alinhar procedimentos e reforçar a importância da manutenção da vigilância para impedir a disseminação da doença no Estado.

A articulação com a municipalidade é fundamental uma vez que Santa Maria de Jetibá é o município que concentra o maior número de galinhas do Brasil. Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), a cidade responde por aproximadamente 5,5% do rebanho avícola nacional e é a maior produtora de ovos do Brasil.

O secretário de Estado da Agricultura, Enio Bergoli, explica que o encontro visa ao trabalho e alinhamento de estratégias de forma preventiva. “O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura e do Idaf, e em parceria com o setor produtivo, já definiu estratégias de contenção e seguiremos fortes na execução das ações. Neste momento, vamos intensificar as ações para impedir que a doença atinja criatórios domésticos, tanto para evitar prejuízo aos pequenos criadores quanto para proteger a avicultura comercial. O Estado é organizado e isso contribui para que ações sejam pensadas e executadas de forma estratégica, ágil e responsável”, pontuou Bergoli.  

Segundo o diretor-presidente do Idaf, Leonardo Cunha Monteiro, os servidores do Instituto estão em monitoramento constante das ocorrências. “A equipe está adotando todos os protocolos de contingenciamento previstos no Plano Nacional de Vigilância de Influenza Aviária, como coleta de amostras, mapeamento das áreas de focos, vistoria nas propriedades com aves, entre outros. Além do Serviço Veterinário Oficial, também envolvemos servidores de outras formações para contribuir no processo de orientação à população”, disse Monteiro.

O gerente de Defesa Sanitária e Inspeção Animal do Idaf, Raoni Cezana Cipriano, reforça que é imprescindível ainda que os produtores não transportem aves vivas sem a Guia de Trânsito Animal (GTA). “O documento é obrigatório para o trânsito e, neste momento de atenção maior para o controle da influenza aviária, é ainda mais necessário que haja atenção máxima a essa questão”, explicou.

Consumo de produtos

O diretor executivo da Aves, Nélio Hand, destacou a segurança no consumo dos produtos como ovos e carne de frango. “A população pode consumir esses produtos sem qualquer preocupação. Não há embasamento ou qualquer indício de contaminação ou mesmo de transmissão humana pelo consumo desses alimentos. O contágio ocorre tão somente pelo contato direto e muito próximo com a ave infectada”, explicou.

O Secretário de Defesa Social, Vitor Dimitri, destacou: “Nós, como municipalidade, estamos nos preparando para enfrentamento da gripe aviária, caso necessário. Já tivemos diversas reuniões, entrevistas na rádio, e também a criação de uma Comissão de Emergência Zoossanitária. O objetivo neste momento é abordar ações preventivas e a preparação de medidas para o risco da Influenza Aviária de Alta Patogenicidade em nosso município, caso haja”, pontuou.

Fonte: IDAF

Veja também

Corpo-de-mulher-encontrado-em-MF

Corpo de mulher é encontrado próximo ao Rio Jucu em Marechal Floriano

copa-futsal-feminino

Copa Verde de Futsal Feminino movimenta região das Montanhas Capixabas neste fim de semana

projetos-esportivos-dm

Projetos sociais esportivos em Domingos Martins oferecem vagas para crianças e jovens de 6 a 16 anos

dengue-em-mf

Marechal Floriano entra em alerta de alto risco com mais de 100 casos de dengue notificados

fungo-controlador

Estudo explica como um fungo pode controlar a principal praga que afeta o cultivo de milho

aedes-aegypti

Prevenção contra a dengue deve ocorrer também em propriedades rurais

saude-23-02-PMDM

Primeiras doses da vacina contra a dengue chegam a Domingos Martins

WhatsApp-Image-2024-01-24-at-13.56.47-2

O poder da comunicação ao promover a inclusão social