Governo do Estado debate demandas com representantes do Centro do Comércio de Café de Vitória

Publicado em 06/02/2023 às 15:12

Compartilhe

Governo-do-Estado-debate-demandas-com-representantes-do-Centro-do-Comercio-de-Cafe-de-Vitoria

Foto: Léo Júnior

O vice-governador e secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ricardo Ferraço, participou, na última quinta-feira (02), de reunião de trabalho com a Diretoria Executiva do Centro do Comércio de Café de Vitória (CCCV). Na ocasião, foram debatidos os pontos-chaves para ampliar a competitividade do comércio e das exportações capixabas de grão e derivados.

“Não é novidade para ninguém a importância que a cadeia produtiva do café tem para o Espírito Santo. Somos referência mundial na produção, temos grandes empresas de beneficiamento. Uma fatia significativa das exportações do agronegócio tem o café e derivados como destaque no Estado. O crescimento da cafeicultura capixaba faz parte da história do desenvolvimento do Espírito Santo e, de acordo com cada ciclo, é necessário que sejam feitos ajustes para favorecer e ampliar a competitividade do setor nos mercados nacional e internacional”, destacou Ricardo Ferraço.

De acordo com o levantamento divulgado na última semana pela Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), as exportações do agronegócio capixaba atingiram 1,7 bilhão de dólares em 2022. Mesmo ocupando a segunda colocação na pauta das exportações, atrás apenas da celulose, o café registrou queda.

“Esse cenário se repetiu nos últimos dois anos. Após um pico considerável em plena pandemia no ano de 2020, a queda acumulada em 2021 e 2022 é de 78%. A perda de faturamento é muito grande. Temos pautas prioritárias para o setor, nas áreas de infraestrutura e logística, e fiscal/tributária. Evoluindo nesses pontos, vamos superar gargalos que dificultam a manutenção e a expansão das operações”, ressaltou o presidente do Centro do Comércio de Café de Vitória, Fabrício Tristão.

Um dos encaminhamentos consolidados na reunião é a intermediação do Governo do Espírito Santo com as administrações dos Portos de Praia Mole (Serra) e Portocel (Aracruz), com o objetivo de viabilizar a atracação de navios conteineiros de maior porte, superando o limite físico existente no Porto de Capuaba (Vila Velha).

Fonte: Léo Júnior/Vice-Governadoria

Veja também

agro-28-05-ft-incaper-divulgacao-morango

Domingos Martins recebe capacitação sobre cultivo semi-hidropônico de morango

CAPA_COLUNA_SOCIAL

Políticos e moradores acompanham abertura da colheita do café arábica em Marechal Floriano

agro-28-05-ft-divulgacao-seag

Governador abre a colheita do café arábica em Marechal Floriano

WhatsApp-Image-2024-01-24-at-13.56.47-3

A comemoração dos 489 anos de Vila Velha teve show de inclusão e do Alemão do Forró

turismo-28-05-ft-divulgacao-setur

Projeto transforma Estrada de Ferro Leopoldina em polo turístico no Espírito Santo

mundo-27-05-ft-FRT-papa-guine

Mais de 2.000 foram soterrados em deslizamento em Papua-Nova Guiné

mat-paga-mundo-27-05

Dicas Infalíveis para Encontrar o Melhor Site de Poker: Uma Análise Profunda

politica-27-05-ft-Tania-Rego

Senado retoma debate de PEC que pode privatizar praias