Governo do Estado autoriza ampliação de vagas no concurso de oficiais da PMES

Publicado em 05/05/2021 às 17:00

Compartilhe

O Governo do Estado vai ampliar o número das vagas no concurso público de oficiais da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES). O anúncio foi feito nessa terça-feira (04) pelo governador Renato Casagrande, durante transmissão ao vivo pelas redes sociais. O edital do concurso de 2018 da PMES será retificado, aumentando o número de vagas disponíveis para que todos os candidatos aprovados no Curso de Formação de Oficiais (CFO) sejam convocados.

É a segunda vez que será ampliada a quantidade de vagas do CFO. A primeira vez ocorreu em 2019, quando o concurso passou de 30 para 80 vagas. Os aprovados foram divididos em duas turmas de 40 alunos, uma que iniciou as atividades em outubro de 2020, e a outra com previsão para iniciar no último trimestre deste ano. Com a nova ampliação, 87 novos militares se tornarão Aspirantes a Oficial da Polícia Militar. Ainda não há previsão do início do curso dessa nova turma.

Em sua fala, o governador detalhou as ações para recomposição do efetivo militar. “Tomamos a decisão há alguns meses e quase que dobramos as vagas do concurso de praças da Polícia Militar. Inicialmente eram 250 vagas e contratamos 700 policiais militares, duas turmas de 350 policiais, sendo que uma turma está em formação. Agora, também vamos ampliar o número de vagas para oficiais. Inicialmente eram 30, passamos para 80 e agora vamos aproveitar todos os 167 aprovados no CFO”, disse.

Casagrande também falou sobre a importância das melhorias no aparato de segurança do Estado. “Isso mostra o compromisso em reestruturar nossas forças de segurança, tendo uma polícia mais organizada, mais estruturada, com um efetivo que vai se recuperando dentro do nosso governo. Estamos aumentando o efetivo da nossa Polícia Militar, da Civil, dos Bombeiros; comprando viaturas, investindo em tecnologia, em infraestrutura para entregar forças policiais mais organizadas para enfrentar a criminalidade”, afirmou o governador.

O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho, agradeceu ao governador e destacou que muitos militares esperavam por esta notícia. “É um sentimento de muito prazer para, principalmente, praças que almejavam essa condição de oficial da Polícia Militar. E seria, pelo limite de idade, o último concurso deles. Então, o senhor levou uma alegria para muitos lares com essa notícia”, declarou.

Já o comandante-geral da PMES, coronel Douglas Caus, ressaltou a importância da ampliação. “O curso vai acrescentar mais oficiais no efetivo da Polícia Militar. Eles serão futuros tenentes que estarão em processos decisórios e fundamentais para a segurança pública”, contou.

Curso de Formação de Oficiais

O CFO tem previsão de duração de três anos, período no qual os alunos recebem ensino em nível de bacharelado e têm a oportunidade de adquirir conhecimentos de liderança, gestão, direito, segurança pública e defesa social.

Ao ingressarem no curso, os alunos recebem o título de Aluno Oficial primeiro ano e passam a pertencer ao quadro de Praça Especial da PMES. Ao final de três anos do curso de formação é declarado Aspirante a Oficial PM e, se aprovado no estágio probatório, promovido ao posto de 2º tenente PM.

 

Veja também

97727

Gasolina fica mais cara em 18 estados após atualização do governo

97725

Abono do PIS/Pasep vai aumentar em 2022; simule quanto você vai receber

97723

INSS: pagamento de até um salário mínimo começa nesta sexta-feira (24)

97721

INSS: prazo para fazer prova de vida acaba em menos de uma semana

97719

Tempestade Sam ganha força e deve se tornar furacão nesta sexta-feira, nos EUA

2309-unplash

Como a Covid 19 afeta a educação dos alunos? 

97710

Bolsonaro diz que Boris Johnson quer acordo “emergencial” para venda de alimento

97708

Criptomoedas são declaradas ilegais na China e Bitcoin cai quase 8%