Estalar as costas faz mal? Descubra se o hábito prejudica a coluna

Publicado em 13/03/2021 às 13:53

Compartilhe

Estar ativo o tempo todo tem um preço alto para o corpo. Passar horas e horas trabalhando ou realizar atividades desgastantes todos os dias pode acabar causando uma sensação desconfortável. As articulações ficam tensas e doloridas e aquela vontadezinha de se torcer e virar até estralar as costas vem com tudo, não é mesmo? E após estalar as articulações automaticamente o corpo fica mais relaxado e menos tenso e ai sempre que a tensão volta a dar as caras você acha que estalar as costas é uma boa alternativa para aliviar o incomodo, mas será que é mesmo?

De acordo com o fisioterapeuta Bernardo Sampaio, de maneira geral não há problema em estalar as costas, mas ainda existem alguns mitos que cercam a ideia de que estalar as costas pode ser prejudicial à coluna, um deles é que estalar as articulações pode ocasionar a artrite e Bernardo afirma que isso não é comprovado cientificamente. Estalar as costas durante a gravidez também não tem problema, desde que seja feito com cuidado. “A grávida precisa estar ciente de que o desconforto que ela sente nas costas pode ser devido ao peso e à posição do bebê na barriga. Evite sempre torções ou movimentos que pressionem seu abdômen”, orienta o especialista e diretor clínico do Instituto Trata e do ITC Vertebral, unidades de Guarulhos.

Mas é preciso se atentar, o fisioterapeuta explica que, de maneira geral, lesões não são comuns ao estalar as articulações, mas é possível se machucar quando utilizado muita força ou pressão ao estralar as costas ou então fazê-lo com bastante freqüência. “Isso a longo prazo pode causar um desgaste nas articulações, causando tensão, inchaço e até mesmo uma pequena lesão”, explica. Realizar esse ‘estalo’ mais de uma vez por dia pode não ser a opção mais saudável a longo prazo, por isso a dica que o especialista em fisioterapia músculo esquelética dá é: realizar alongamentos e exercícios suaves que ajudem a melhorar a força, a flexibilidade e a postura ao invés de ficar sempre estralando as costas.

Agora atenção: não estale suas costas se você estiver se recuperando de uma lesão ou se estiver sentindo dor ou inchaço. “Também evite estralar as articulações se você tiver osteoporose severa, câncer espinhal, alto risco de acidente vascular cerebral, ou uma anomalidade óssea da parte superior do pescoço”, aconselha  Bernardo Sampaio.

Resumindo, estalar suas próprias costas não causará nenhum problema de saúde se você fizer isso com segurança. Evite apenas, estalar essa articulação com muita frequência, força-la e colocar muita pressão na hora do estalo. “Realize alongamentos e exercícios que ajudem a sua coluna a tornar-se mais saudável. Marque uma consulta com um especialista se tiver sintomas graves, recorrentes ou de longa duração”, finaliza.

Veja também

© Reprodução Twitter/Bangu Atlético Clube

São Paulo autoriza volta do público aos estádios a partir de outubro

© Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Rio entra em risco moderado de transmissão da covid-19

97727

Gasolina fica mais cara em 18 estados após atualização do governo

97725

Abono do PIS/Pasep vai aumentar em 2022; simule quanto você vai receber

97723

INSS: pagamento de até um salário mínimo começa nesta sexta-feira (24)

97721

INSS: prazo para fazer prova de vida acaba em menos de uma semana

97719

Tempestade Sam ganha força e deve se tornar furacão nesta sexta-feira, nos EUA

2309-unplash

Como a Covid 19 afeta a educação dos alunos?