Estado já registra 19 mortes confirmadas de febre amarela

Publicado em 07/03/2017 às 02:15

Compartilhe

A febre amarela já matou 19 pessoas em todo o Estado. Ainda estão sendo investigadas 18 mortes com suspeita da doença. A mais recente é a de um morador do município de Domingos Martins, que morreu no último dia 23 de fevereiro.

A vítima tinha 31 anos e estava internada em um hospital da Grande Vitória. De acordo com a Secretaria de Saúde de Domingos Martins, o município está investigando o caso e aguarda que o laudo saia em 20 dias. Até o momento, não há outras investigações em curso no município.

Este ano, até a última sexta-feira (3), a Secretaria de Estado da Saúde do Espírito Santo (Sesa) recebeu 253 notificações de suspeita de febre amarela. Trinta notificações foram descartadas. Do total de 223 casos, 78 foram confirmados para febre amarela silvestre, sendo que 19 casos evoluíram para óbito – Muniz Freire (03), Colatina (03), Ibatiba (02), Irupi (02), Itarana (02), Laranja da Terra (01), Pancas (01), São Roque do Canaã (01), Afonso Cláudio (01), Brejetuba (01), Conceição do Castelo (01) e Aracruz (01).

A Secretaria de Saúde de Domingos Martins – município que registrou uma morte suspeita de febre amarela – informou que até a última sexta-feira (3) haviam sido aplicadas 33.714 doses da vacina em todo o município. A imunização prossegue durante esta semana, com mudanças em dias e horários na Sede e intensificação dos trabalhos de busca ativa de moradores que ainda não tenham tomado a vacina.

Até a semana passada, a vacinação estava acontecendo somente às quintas-feiras, mas em reunião na última sexta-feira, a secretaria promoveu mudanças na estratégia do trabalho. Nesta semana, portanto, a vacinação volta a ser realizada de segunda a sexta na Sede (Campinho), a partir do meio dia, com distribuição de 200 senhas por dia.

A Secretaria de Saúde também intensifica no sábado (11) os trabalhos de busca ativa no interior do município. Esta estratégia consiste em identificar, casa a casa, moradores que ainda não tenham tomado a vacina, e imunizá-los.

“Este é um trabalho diferenciado realizado somente nas comunidades rurais do município. As equipes irão identificar essas pessoas e providenciar a imunização. Por estarem em ambiente rural essas pessoas não podem deixar de serem vacinadas, estão em contato direto com matas, áreas de risco para a doença”, informou o secretário municipal de Saúde, Adimar Alves de Sousa.

De acordo com a Vigilância em Saúde, mais de 230 macacos mortos já foram notificados pelo município. Foram enviadas 33 amostras para exames e seis resultados já estão prontos: cinco mortes positivas para a febre amarela e uma negativa.

Veja também

brasil-15-07-ft-reproducao-arquivo-pessoal-portal-ig

Picada de aranha mata turista na Bahia e amigo da vítima acusa restaurante

mundo-15-07-ft-divulgacao-Roberto-Cardassi

Empresário brasileiro suspeito de dar golpe de R$ 160 milhões é detido em Portugal

mat-paga-15-07-mundo-aviator

Os Melhores Jogos Crash Online – Diversão e Lucros Garantidos

mat-paga-15-07-ft-istockiphoto

O Papel da Psicologia nas Apostas

esporte-15-07-ft-div-gov-es-ginastas-capixabas

Dupla capixaba da ginástica rítmica garante pódio por equipe em última competição antes da Olimpíada

saude-15-07-ft-div-SESA-cirurgia

Espírito Santo soma mais de 70 mil cirurgias eletivas realizadas neste ano

geral-16-02-policlinica-pmmf

Vagas de emprego com salários de quase R$ 2 mil em Marechal Floriano

cultura-15-07-ft-divulgacao-candidatas-festa-morango

Seis jovens concorrem ao título de rainha da Festa do Morango