Espírito Santo adota esquema de dose única da vacina HPV para crianças e adolescentes

Publicado em 04/04/2024 às 13:42

Compartilhe

saude-04-04-div-gov-es

Foto: Divulgação

A Secretaria da Saúde (Sesa) passa a adotar o esquema de dose única da vacina HPV, disponibilizada às crianças e adolescentes de 09 a 14 anos de todo Estado. A atualização acontece seguindo normativa do Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, publicada na última terça-feira (02), por meio da Nota Técnica Nº 41/2024.

Segundo o órgão federal, a adoção da dose única acompanha as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), e por meio de evidências científicas em demais países que incorporaram este esquema em fornecer proteção contra o câncer de colo do útero igual ao de duas ou três doses em ambientes de altas coberturas vacinais, além da ampliação do benefício da vacinação para outros grupos prioritários e da dificuldade do alcance de coberturas adequadas na segunda dose da vacina HPV.

A adoção da dose única da vacina HPV será somente para as crianças e adolescentes de 09 a 14 anos, mantendo-se as recomendações de esquema de três doses para os demais grupos, como imunocomprometidos e vítimas de violência sexual. No documento, o Ministério orienta ainda a inclusão das pessoas portadoras de papilomatose respiratória recorrente (PRR) como grupo prioritário da vacina HPV e a realização de estratégia de resgate de adolescentes de 15 até 19 anos não vacinados. Em relação a esta estratégia, a Sesa aguarda orientações técnicas do órgão para o início da busca ativa.

“É uma decisão muito importante, principalmente como estratégia de saúde pública, onde conseguiremos imunizar mais crianças e adolescentes com o mesmo quantitativo de doses. Além dos benefícios que a vacina contra HPV traz, como a possível eliminação do câncer de útero e a redução dos demais cânceres”, explicou a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis (PEI), Danielle Grillo.

Anteriormente, a vacina HPV era aplicada em esquema de duas doses, com intervalo de seis meses entre a aplicação. No Brasil, a vacina contra HPV é fornecida pelo Instituto Butantan. Ela é quadrivalente e protege contra o HPV de baixo risco tipos 6 e 11, que causam verrugas anogenitais, e de alto risco tipos 16 e 18, que causam câncer de colo uterino, de pênis, anal e oral. Com esta atualização, considerando o esquema de dose única (D1), o Espírito Santo alcançou a meta preconizada pelo Ministério da Saúde, de 80% de cobertura vacinal, nos públicos feminino e masculino no ano de 2023. A cobertura de D1 em meninas foi de 93,67% e em meninos de 82,53%.

Segundo Danielle Grillo, o Programa Estadual está elaborando uma norma técnica para ser encaminhada aos municípios capixabas sobre orientações técnico-operacionais para que deem início à nova estratégia. Ela explicou ainda que crianças e adolescentes de 9 a 14 anos que já foram vacinados com uma dose da vacina HPV anteriormente, não precisam receber a segunda dose.

Fonte: Governo ES

Veja também

agricultura-familiar

Governo e Assembleia anunciam investimento de R$5 milhões na Agricultura Familiar

Cooperativas-de-seringalistas-debatem-desafios-da-producao-de-borracha-no-ES

Cooperativas de seringalistas debatem desafios da produção de borracha no ES

Governador-anuncia-mais-66-novos-onibus-climatizados-para-o-Transcol

Governador anuncia mais 66 novos ônibus climatizados para o Transcol

sustentabilidade-es

Projeto Semeando com Sustentabilidade receberá investimento três vezes maior

inovacoes-es

Governo do Estado apresenta ações inovadoras durante o ESX 2024

fevesu-24

Favesu 2024 leva conhecimento sobre avicultura e suinocultura a milhares de participantes

brasil-14-06-ft-Rovena-Rosa

FAB encerra neste sábado recebimento de doações ao Rio Grande do Sul

esportes-14-06-ft-go-es

Paratleta capixaba conquista prata no World Series de natação na França