Entenda por que as emendas do relator formam “Orçamento Secreto”

Publicado em 12/11/2021 às 08:20

Compartilhe

104723


source
Lira e Bolsonaro
Foto: Marcos Corrêa/PR

Lira e Bolsonaro

Um dia após o plenário do Supremo Tribunal Federal confirmar liminar concedida pela ministra Rosa Weber para suspender a execução das chamadas emendas do relator do Orçamento de 2021, o presidente da Câmara dos Deputados,  Arthur Lira (PP-AL), começou a defender que os parlamentares apresentem um projeto de lei para torná-las mais transparentes.

Essas emendas compõem o chamado “orçamento secreto”. Trata-se de um artifício pelo qual o deputado ou senador escolhido relator do orçamento daquele ano tem o poder de encaminhar diretamente aos ministérios sugestões de aplicação de recursos da União.

Leia Também

Nesse processo, contudo, não é divulgado o nome do parlamentar que figura como autor de tal solicitação. E deste modo, esse instrumento vem sendo usado pelo Planalto para turbinar as emendas de parlamentares aliados em troca de apoio aos projetos do governo no Congresso. 

Veja também

© Marcos Oliveira/Agência Senado

Senado aprova novas regras para emendas de relator

© Reuteres/Sergio Moraes/Direitos reservados

Comitê recomenda que réveillon no Rio de Janeiro seja mantido

© Bruno Corsino/ACG/Direitos Reservados

Atlético-GO derrota Bahia e se afasta do Z4 do Brasileiro

© Geovana Albuquerque/Agência Saúde DF

SP usará vacina da Pfizer como segunda dose em quem recebeu a Janssen

© Rovena Rosa/Agência Brasil

Covid-19: Brasil tem 22 milhões de casos e 614,3 mil mortes

© Guilherme Mansueto/Magnus Futsal/Direitos Reservados

LNF: Magnus supera Foz Cataratas e vai à final pelo 3º ano seguido

Café em Itarana

Polícia Militar recupera carga de café roubada em Itarana

© Marina Ramos/Câmara dos Deputados

Câmara aprova medidas de transparência e teto para orçamento secreto