Enfermeira é presa por massacre em centro para pessoas com deficiência

Publicado em 23/12/2021 às 12:20

Compartilhe

110219


source
A cuidadora esfaqueou dois homens e duas mulheres com idades entre 31 e 36 anos
Creative Commons/Pixabay

A cuidadora esfaqueou dois homens e duas mulheres com idades entre 31 e 36 anos

Nesta quarta-feira (22), um tribunal alemão condenou a 15 anos de prisão uma auxiliar de enfermagem com problemas psiquiátricos que esfaqueou e matou quatro residentes de um centro para pessoas com deficiência.

A corte de Potsdam, leste da Alemanha, declarou Inés Andrea R., de 52 anos, culpada de homicídio pela morte de quatro residentes e por tentativa de homicídio por ferir três pessoas.

A Promotoria descreveu o ato como “uma crueldade imensa”.

A acusada permanecerá em um centro psiquiátrico, onde está desde que foi detida.

O crime, que chocou o país, aconteceu em 28 de abril. A cuidadora esfaqueou dois homens e duas mulheres com idades entre 31 e 36 anos. Mais três pessoas foram feridas, uma delas com lesões graves.

A polícia afirmou que os ferimentos evidenciavam uma forma de “violência intensa e extrema” contra os pacientes que não tinham como se defender.

Drop here!
Fonte: IG Mundo

Veja também

© José Cruz/Agência Brasil

Crianças sem comorbidades podem se inscrever para xepa de vacina em SP

113100

Banco do Brasil realiza leilão de imóveis a partir de R$ 13 mil

© Lucas Figueiredo/CBF/Direitos Reservados

Primeira fase da Copa do Brasil tem confrontos definidos por sorteio

© Reprodução Twitter/Palmeirs

Copinha: Palmeiras passa às quartas após eliminar Inter, atual campeão

Secretaria-de-Meio-Ambiente

Secretaria de Meio Ambiente bate recorde de licenças em Domingos Martins

113089

Após erupção, Tonga pode ficar 2 semanas sem acesso à internet

113087

Sonha em trabalhar na Disney? Empresa tem vagas abertas no Brasil

113085

Ade Sampa oferece qualificação empreendedora totalmente gratuita