E&L atende 16 das 20 melhores cidades em portais da transparência no Estado

Publicado em 14/06/2017 às 20:25

Compartilhe

Uma recente pesquisa do Ministério Público Federal (MPF) – o Ranking nacional da Transparência – ganhou bastante repercussão nos últimos dias. A pesquisa fez o levantamento sobre o funcionamento dos portais da transparência dos estados e municípios.

Para o grupo E&L os resultados da pesquisa são motivos de comemoração. É que a E&L é uma empresa especializada no setor de soluções em Tecnologia da Informação e desenvolve sistemas integrados para gestão pública, inclusive os que dão suporte para portais de transparência de municípios.

Os resultados da pesquisa apontaram que os municípios atendidos pela E&L tiveram um aumento na nota de cerca de 26%, elevando o nível no resultado final. Foram 16 clientes da E&L entre os 20 melhores do Estado.

A empresa da suporte com sistemas que proporcionam facilidades de operação tanto pelos órgãos públicos que são os responsáveis por alimentar esses portais com os dados, como para o cidadão usuário

Conforme a pesquisa, que pode ser consultada no www.rankingdatransparencia.mpf.mp.br, o Espírito Santo tirou nota 10. Dentre os municípios capixabas, o destaque ficou com Venda Nova do Imigrante (ES), que alcançou a nota 10. Mais cidades que tiveram um bom resultado foi Santa Teresa, que alcançou a nota 9,7 e Afonso Cláudio com 9,5. Outros municípios também apareceram bem posicionados e maioria utiliza o sistema da E&L nesses portais.

Além de atender praticamente a todo o Espírito Santo, a E&L tem motivos para comemorar em outros estados. Um exemplo foi em Vitória da Conquista (BA), o município teve um aumento significativo quanto a divulgação dos dados e obteve um aumento de 23% na nota chegando ao quinto lugar do ranking estadual com 9,3; e Rio Claro (RJ), que teve um aumento de 22% na confiabilidade, atingindo 8,5 passando ocupar a 16ª posição.

Ao todo no país, foram pesquisados 5.567 municípios, além dos 26 estados mais o Distrito Federal.Para o diretor geral da E&L, Estevão Holz, os dados apresentados pela pesquisa nacional são motivadores para a empresa.

“Isso nos estimula a cada vez mais aprimorar nossos produtos e serviços. Também é gratificante por sabermos que estamos contribuindo com a nossa parte para administrações municipais mais transparentes e para um Estado e pais melhor”.

Certificação

Ainda no mês de maio, a E&L conquistou mais um indicador de qualidade e eficiência ao receber o Selo de Acessibilidade para Pessoas com Deficiências e Limitações pelo sistema desenvolvido para os sites da transparência. O Selo é concedido pela organização Da Silva, primeiro avaliador de acessibilidade em português de websites do Brasil.

Para João Paulo Rodrigues Santos, responsável pelo sistema Portal da Transparência da empresa E&L, a conquista do selo tem um duplo significado.

“Nosso sistema não só contribuiu com o direito do cidadão de acessar as informações públicas, mas também a eliminação de barreiras que deterioram o acesso pleno à informação para quem tem algum tipo de limitação”, frisou.

Conheça mais a E&L no www.el.com.br.

Saiba mais:

Manter esses portais da transparência atualizados na internet é um item para o cumprimento das regras da Lei 12.527/ 2011, conhecida como a Lei de Acesso à Informação.

A lei define que os estados e municípios brasileiros devem divulgar e garantir o acesso da informação quanto ao destino dos orçamentos públicos, além de assegurar o direito fundamental de acesso à informação a serem executados em conformidade com os princípios básicos da administração pública.

Com isso, as repartições públicas devem manter um portal divulgando todos os trâmites do dinheiro público.

A pesquisa feita pelo Ministério Público Federal (MPF) e divulgada em maio avalia o nível dos portais da Transparência em todo o país, trazendo uma série de normas que podem para o controle dos gastos públicos.

A última pesquisa, realizada em 2015, apontou que o índice Nacional de Transparência no Brasil era de 3,92. Mas em 2016 este número subiu para 5,21, um aumento de 33%.

De acordo com o site do MPF, os Estados e municípios que ainda descumprem as leis de transparência serão acionados judicialmente.

Veja também

policia-19-07-ft-gov-es-procon-es

Procon-ES apreende mais de 100 quilos de produtos vencidos em supermercados na região do Caparaó

saude-19-07-ft-gov-es

CRE Metropolitano atende mais de 3,9 mil usuários dentro do Programa de Órtese Oftalmológica em três meses

esportes-19-07-ft-divulgacao-paratleta-capixaba

Espírito Santo conquista 25 medalhas no Circuito Loterias Caixa de Natação Paralímpica

mat-paga-esporte-19-07-ft-freepik-torcida-argentina

Após título da Argentina, como está o ranking de conquistas da Copa América?

mundo-19-07-ft-BRETT-PHIBBS-aviao

Um ‘apagão cibernético’ afetou voos, bancos e instituições no mundo hoje

brasil-19-07-ft-reproducao-Ex-diretor-Petrobras-Renato-Duque

Ex-diretor da Petrobras Renato Duque é condenado a 98 anos de prisão

Lidiney e Junior

Lidiney Gobbi confirma Junior Lovatti como pré-candidato a vice-prefeito em Marechal Floriano

mundo-18-07-ft-Reproducao-Flickr-Lisa-Kristin-golfinho

Golfinhos-nariz-de-garrafa são os únicos mamíferos do mundo com ‘sexto sentido’