Dois suspeitos são presos por envolvimento no assassinato de feirante de Santa Maria de Jetibá

Publicado em 09/02/2024 às 11:44

Compartilhe

policia-09-02-feirante-divulgacao

Dois suspeitos de envolvimento no assassinado do feirante Arnildo Friedrich, 36 anos, de Santa Maria de Jetibá, foram presos na manhã da última terça-feira (6), no bairro Ataíde, em Vila Velha. O suspeito pela autoria do homicídio era amigo da vítima, de 24 anos. A polícia informou que a motivação foi por desavenças financeiras no valor de R$ 50 mil. Os homens foram detidos durante a operação, deflagrada pela Polícia Civil e vão responder pelo crime de homicídio.

A Polícia Civil informou que um dos suspeitos que teria sido convidado a participar do assassinato, confessou o crime. O homem afirmou que, um dia antes do de matarem o feirante, foi convidado a participar e juntos foram no local da residência da namorada da vítima. Após o homicídio, os suspeitos foram até uma distribuidora de bebidas alcoólicas para comemorar o crime.

O delegado adjunto da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vila Velha, Christian Waichert, relatou que durante a investigação a polícia descobriu que a motivação do crime estava relacionada a desavenças financeiras. A vítima estaria com uma quantia de dinheiro depositada na conta de um amigo, em virtude de sua conta pessoal estar bloqueada. “O valor em questão girava em torno de R$ 50 mil e a arma utilizada no homicídio foi uma pistola que era de propriedade desse indivíduo de 24 anos”, afirmou o delegado Waichert.

Arnildo Friedrich era de Santa Maria de Jetibá, na Região Serrana do Espírito Santo, e vendia morangos, frutas e legumes na feira de Aribiri. A vítima tinha um amigo, dono de uma loja de açaí, de quem havia pedido para usar a conta-corrente e a máquina de cartão de crédito para movimentar o dinheiro da feira. A vítima começou a usar, mas dois meses depois suspeitou do amigo porque o dinheiro que estava na conta não batia com o depositado. Ao ser descoberto o uso, não quis devolver a quantia, e planejou o crime, segundo a Polícia Civil (PC).

O feirante de 36 anos foi assassinado no dia 7 de janeiro deste ano, atingido por cerca de sete tiros enquanto se preparava para montar sua barraca na feira, localizada também no bairro Ataíde. A polícia contou que chegaram aos suspeitos e descobriram a motivação ao encontrarem o carro usado no crime. Foram disparados 11 tiros, e sete acertaram o feirante.

Texto: Bruno Caetano/ Foto: Divulgação

Veja também

prefeitura-de-marechal

Prefeitura de Marechal Floriano realiza audiência pública para apresentação Lei orçamentária de 2025

mundo-24-04-ft-JIM-WATSON

EUA promete enviar ajuda militar à Ucrânia nas próximas horas

politica-24-04-freepik-arma

Projeto quer estabelecer multa para crimes com arma de fogo

agro-24-04-ft-Arquivo-Paulo-Cordeiro

Agricultores familiares acessam políticas públicas de comercialização e melhoram renda com apoio do Incaper

geral-24-04-ft-div

Projeto Jovem Perito da Polícia Científica está com agenda de 2024 aberta

saude-24-04-ft-freepik

Lacen confirma circulação de Febre do Oropouche no Espírito Santo

geral-23-04-Foto-Osvaldo-Paula-Galote-Junior

Dia Mundial do Livro: leitura transformou a vida de um jovem em Domingos Martins

geral-23-04-ft-div

Programa Acredita começa hoje e prevê facilidade aos MEIs em negociação de dívidas