Defensoria pública no Brasil registra déficit de quase 80%

Publicado em 22/05/2023 às 10:31

Compartilhe

defensoria-publica

Foto: Freepik

No Brasil, a falta de defensores públicos para atender a população em situação de vulnerabilidade ou sem condições financeiras para pagar por assistência jurídica é um desafio evidente e revela uma carência na assistência jurídica à população mais vulnerável.

De acordo com o Ministério da Justiça , o ideal para atender a população brasileira seria ter um defensor para cada 15 mil pessoas. Mas, o país conta apenas com cerca de 6.235 profissionais, o que revela uma necessidade de se aumentar o número em 79,4%, especialmente em comarcas de pequeno e médio porte. 

Rivana Ricarde, defensora pública no Acre a atual presidenta da Associação Nacional dos Defensores Públicos (ANADEP), afirma esse número ainda aparenta ser alto devido a defasagem de servidores em determinados estados e municípios. 

“O maior problema é que em algumas localidade nós não temos defensor público. Em algumas comarcas no interior do país não temos a presença contínua de um defensor público. Isso significa que nós precisaríamos de mais ou menos uns quatro mil defensores públicos”, disse Ricarde. 

A ausência de defensores públicos é uma realidade em cerca 1600 comarcas, Isso representa cerca de 58 milhões de pessoas desassistidas. Cerca de 95% dessas comarcas são de pequeno porte e abrangem uma população total de 46,7 milhões de pessoas. 

Após passar três anos preso com base em um reconhecimento fotográfico considerado falho, o porteiro Paulo Alberto da Silva Costa , de 36 anos, foi solto na noite da última sexta-feira (12) do Complexo Penitenciário de Gericinó , no Rio de Janeiro.

A libertação ocorreu depois que o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro expediu o alvará de soltura. O trabalho da Defensoria Pública foi crucial para que fosse apresentado os processos Paulo Alberto foram baseadas apenas em reconhecimento facial feito através de uma fotografia, o que é considerado inconstitucional. 

“No caso Paulo nós contamos com apoio Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD), que fez um relatório e nós conseguimos que a anulação de um processo fizesse a soltura até os outros processos também sejam esclarecidos”, explicou Paulo Carrielo, defensor público do Rio de Janeiro. 

Pedro Carrielo, esta situação é mais um exemplo do racismo estrutural enraizado no sistema judiciário brasileiro. 

“Todas as ações do Paulo partiram de um ponto de vista que o próprio Superior Tribunal de Justiça entende que é ilegal. Com uma fotografia buscada em rede social se monta um processo de investigação, sem outras fotografias, sem outros procedimentos, sem prisão em flagrante, ele nunca foi ouvido em sede policial”, explicou Carrielo.

No total, 80% da população desassistida por defensores públicos no Brasil está concentrada em comarcas de pequeno porte. Outros 20% vivem em comarcas de porte médio. Apenas 5% das comarcas não atendidas por defensores públicos são de porte médio, com uma população de 12,4 milhões de pessoas, que variam entre 100 mil e 500 mil habitantes em cada município. 

“Tem melhorado muito, em muitos Estados há investimentos na instituição, mas não em todos. É preciso que a defensoria seja descentralizada e que em municípios de pequeno e médio porte a população tenha acesso a defensores de forma permanente para atender suas demandas”, explicou Ricarde. 

Fonte: Portal IG

Veja também

Corpo-de-mulher-encontrado-em-MF

Corpo de mulher é encontrado próximo ao Rio Jucu em Marechal Floriano

copa-futsal-feminino

Copa Verde de Futsal Feminino movimenta região das Montanhas Capixabas neste fim de semana

projetos-esportivos-dm

Projetos sociais esportivos em Domingos Martins oferecem vagas para crianças e jovens de 6 a 16 anos

dengue-em-mf

Marechal Floriano entra em alerta de alto risco com mais de 100 casos de dengue notificados

fungo-controlador

Estudo explica como um fungo pode controlar a principal praga que afeta o cultivo de milho

aedes-aegypti

Prevenção contra a dengue deve ocorrer também em propriedades rurais

saude-23-02-PMDM

Primeiras doses da vacina contra a dengue chegam a Domingos Martins

WhatsApp-Image-2024-01-24-at-13.56.47-2

O poder da comunicação ao promover a inclusão social