De olho em 2022, Moro ataca Guedes no Senado: “Promessas não realizadas”

Publicado em 24/11/2021 às 12:20

Compartilhe

106481


source
Moro Guedes e Bolsonaro
Reprodução Twitter

Moro Guedes e Bolsonaro

De olho nas eleições de 2022, o ex-juiz Sérgio Moro já entendeu que é preciso atacar a inflação e o desemprego para aumentar sua popularidade em camadas menos favorecidas. Para isso, escolheu um alvo: o ministro da Economia, Paulo Guedes. 

O ex-ministro da Justiça visitou o Senado nesta terça-feira (23) e disse que na sua passagem pelo governo não opinava em política econômica e acrescentou que é necessário ter “compaixão com brasileiros que passam fome”. 

Ele classificou a gestão de Guedes como “equivocada” e criticou a PEC dos Precatórios que, se aprovada, pode gerar desemprego e alta de juros.

“Enquanto eu estava no governo, eu era responsável pelo Ministério da Justiça, nunca fui responsável pela política econômica. O fato é que as promessas da política econômica, de respeito ao teto de gastos, responsabilidade fiscal e crescimento econômico, não foram realizadas”, disse.

“A perspectiva para o próximo ano, infelizmente, é de estagnacão ou recessão, o que gera desemprego, e esse é um produto direto da irresponsabildiade fiscal do governo.”

Leia Também

Moro também elogiou a gestão de Michel Temer que instituiu o teto de gastos e aproveitou para alfinetar os petistas, dizendo que a medida foi necessária graças aos anos de recessão no governo Dilma. 

O ex-ministro ainda criticou a troca de nome do Bolsa Família para Auxílio Brasil, “algo que nega o crédito em relação a políticas anteriores”.

Moro disse ainda que é possível prestar assistência social sem derrubar o teto de gastos.

“A grande questão, em verdade, que se coloca hoje é se responsabilidade social é incompatível com responsabilidade fiscal. A resposta que a bancada do Podemos do Senado tem a acrescentar é que as duas caminham juntas”, disse

“O Podemos é absolutamente favorável ao combate à pobreza. É um dos objetivos fundamentais escritos na Constituição. Não há como não ter compaixão pelos brasileiros que passam fome decorrente do desemprego e de uma política econômica equivocada”, afirmou.

Veja também

107637

Papa aceita renúncia de arcebispo de Paris acusado de se relacionar com mulher

107630

Agropecuária despenca 8% e puxa queda do PIB

107628

Governo abre mão de pontos da PEC dos Precatórios para aprovar texto no Senado

© Tomaz Silva/Agência Brasil

Covid-19: 90% dos adultos brasileiros já tomaram a 1ª dose da vacina

107624

Sindicato dos Hospitais de SP é contra aglomerações no réveillon

© Arquivo/Marcelo Camargo/Agência Brasil

São Paulo registra queda em casos de HIV pelo quarto ano seguido

© Ricardo Wolffenbuttel/Governo de SC

São Paulo mantém exigência do uso de máscaras em ambientes abertos

Periodo-aberto-para-a-Pre-Matricula-da-Rede-Estadual-1

Período aberto para a Pré-Matrícula da Rede Estadual