Comércio varejista cai 1,3% em setembro e registra segunda queda consecutiva

Publicado em 11/11/2021 às 09:50

Compartilhe

104559


source
Comércio cai 1,3% em setembro; queda é a segunda consecutiva
Reprodução: iG Minas Gerais

Comércio cai 1,3% em setembro; queda é a segunda consecutiva

As vendas do comércio varejista recuaram 1,3% em setembro, na comparação com agosto, de acordo com dados da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) divulgados nesta quinta-feira. É uma retração menor do que a registrada no mês passado, quando o setor tombou 4,3%, mas ainda reflete as incertezas diante do cenário macroeconômico desafiador.

Analistas ouvidos pela Reuters projetavam recuo de 0,6% no mês. Com o resultado, o setor acumula alta de 3,9% em 12 meses.

“Esse segundo mês de queda vem com intensidade razoável, mas em menor amplitude que agosto. (…) Desde fevereiro de 2020, o setor vive muita volatilidade”, analisa o gerente da PMC, Cristiano Santos.

O comércio tem buscado driblar uma série de desafios durante a reabertura econômica. Enquanto o setor lida com a alta do dólar e entraves logísticos, a inflação ao consumidor acelera e já chega a 10,65% em 12 meses.

Leia Também

Com o aumento nos preços de itens básicos como alimentos e energia pressionando o orçamento das famílias, o ímpeto do consumo vem sendo reduzido. E, na tentativa de conter a inflação, o Banco Central tem subido a taxa de juros básica, a Selic, o que encarece o crédito aos consumidores.

Perspectivas

Especialistas avaliam que o avanço da vacinação tende a reduzir as restrições à mobilidade e aumentar a confiança dos consumidores. Por outro lado, o desemprego elevado e a escalada da inflação desafiam a resiliência do comércio.

Índice de Confiança do Comércio (ICOM), do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da FGV, subiu 0,1 ponto em outubro, ficando em 94,2 pontos, o que indica estabilidade.

“A confiança do comércio acomodou em outubro. (…) O cenário para o setor ainda se mostra desafiador com a confiança do consumidor em patamar muito baixo, incerteza elevada, avanço da inflação e recuperação lenta do mercado de trabalho”, disse Rodolpho Tobler, coordenador da pesquisa, em comentário durante divulgação do relatório.

Veja também

107945

Ministro Rogério Marinho será ouvido no Senado sobre emendas de relator

© Pedro Souza/Atlético/Direitos Reservados

Já campeão, Atlético-MG recebe Bragantino em reencontro com torcida

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes

107939

Subida dos juros deve provocar desaceleração na economia, diz Guedes

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ministério oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil

107935

Em relatório preliminar, deputado destina R$ 16,2 bilhões para orçamento secreto

107933

Nova proposta de reforma trabalhista quer proibir motoristas de app na CLT

107931

Pais de autor de massacre em escola de Michigan são presos