Com filha doente, família pede ajuda para reconstruir casa atingida por temporal em Domingos Martins

Publicado em 19/01/2024 às 15:56

Compartilhe

geral-19-01-casa-DM

Desespero. Essa é a palavra que mais pode definir a situação de uma família de Ponto Alto, em Domingos Martins. Há nove meses, a família do autônomo José Renato Coelho Leopol sofre com os impactos da chuva na região. Eles tiveram que deixar sua casa, onde moram, após enchentes recorrentes na cidade.

O temporal que ocorreu no último dia (09) derrubou o muro e parte do quintal da casa da família, e a preocupação aumentou por conta da filha de José Renato, de apenas oito meses de nascimento, que possui “sopro” no coração.

Provedor da família, José Renato, 49 anos, seus três filhos e a esposa, há nove meses tiveram que sair da casa para viver de aluguel. Localizada próximo ao córrego afluente do rio Jucu, em Ponto Alto, a casa da família foi invadida pela água e, após analise, foi embargada pela Defesa Civil Municipal.

Como resposta, a Defesa Civil informou que para o imóvel ser liberado a família teria que contratar um engenheiro para planejar a reforma a custo próprio. Sem trabalho fixo e sem carteira assinada, José Renato se viu sem condições de arcar com os custos e de retornar a sua casa. Mesmo buscando ajuda da prefeitura de Domingos Martins, lhes foi informado que a família não tinha direito ao programa de “aluguel social”.

A esposa Ellen Patrícia Vieira, sem poder trabalhar por conta de condições clínicas de diabete e trombose, também teme pela sua saúde e da filha de apenas oito meses. “Minha filha já passou por seis cirurgias, vai passar por mais duas, tem sopro no coração, usa a bolsinha e a gente que paga um aluguel caro, não vamos conseguimos nos manter por muito tempo”, conta Ellen Patrícia.

“IPTU, taxa de lixo, nós pagamos tudo certinho. Então, já que é beira de córrego, para que cobrar impostos, todas as taxas de lixo e IPTU? É uma incoerência pagar todas as taxas e não ter apoio em momentos críticos em que estamos vivendo”, questiona. Assista abaixo como foi a enxurrada que derrubou o muro da casa da família no último dia 9.

A assessoria de comunicação da prefeitura de Domingos Martins informou que de acordo com a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos, “trata-se de uma construção realizada sem projeto e sem alvará da prefeitura e com o agravante de estar localizada ao lado de um córrego, determinada como área de preservação permanente (APP)”.

Sobre o questionamento do morador em relação ao pagamento do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU), a assessoria da prefeitura informou que a cobrança está prevista no Código Tributário do Município.

Em relação ao aluguel social, a assessoria informou que a prefeitura não pode divulgar a terceiros informações pessoais de qualquer cidadão, mas que o benefício solicitado pela família está em andamento.

“Em ambos os casos, o morador pode entrar em contato diretamente com a prefeitura para averiguar a possibilidade de quaisquer revisões necessárias. O contato da Divisão de Tributação é: (27) 3268-3061 e o contato do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Ponto Alto é: (27) 3249-5093”, destaca a assessoria.

DOAÇÕES – Necessitada, a família iniciou uma vaquinha para ajuda na reconstrução do muro da casa e para a compra de remédios e fraldas da filha menor. Para ajudar na campanha de arrecadação com fraldas, remédio e cesta básica, os interessados podem entrar em contato com o José Renato pelo telefone: (27) 99744-7362. Nesse mesmo número ele também recebe doações pelo Pix.

Texto: Bruno Caetano / Fotos: Divulgação

Veja também

geral-15-04-ft-GOV-FAB

FAB diz estar de prontidão para resgatar brasileiros no Oriente Médio

geral-15-04-ft-reproducao

Inmet emite alerta de ciclone extratropical e chuva intensa no sul do Brasil

geral-15-04-ft-Agencia-Brasil

Terceiro lote do abono salarial PIS/Pasep é pago nesta segunda-feira

agro-15-04-Tatiana-Caus-Incaper

Jardim Clonal Superadensado de Marilândia é exemplo de como plantar mais em espaço reduzido

chagas

Brasil investe em pesquisa e luta pela sua eliminação como problema de saúde pública

futebol-nas-montanhas

Hoje a bola rola para 3ª rodada do Campeonato Intermunicipal de Futebol Masculino nas montanhas

cafe

No Dia Mundial do Café, conheça curiosidades da segunda bebida mais consumida no mundo

arroz

Conheça as principais diferenças nutricionais de três tipos de arroz